No ar:
Igreja Missionária Cristo Está Voltando -    13h00min às 13h20min

Ouvir!     

» Esporte » Olimpíada


02/08/2021 | 11h47min

Tóquio: após ouro e prata, Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo

Medalhista Arthur Zanetti e Caio Souza também não subiram ao pódio

Foto: Ricardo Bufolin/CBG/DivulgaçãoFoto: Ricardo Bufolin/CBG/Divulgação

A paulista Rebeca Andrade encerrou nesta segunda-feira (2) sua participação na Olimpíada de Tóquio (Japão) na quinta colocação da prova do solo na ginástica artística. Ao som de Baile de favela, a atleta de 22 anos fez uma apresentação bem-sucedida na final, entretanto deu passo para fora do tablado na primeira acrobacia, o que lhe fez perder um décimo. Rebeca somou 14.033 pontos, ficando atrás em 0.133 das medalhistas de bronze, a japonesa Mai Murakami e Angelina Melnikova, do Comitê Olímpico Russo, que empataram com 14.166 pontos.

 

Quem conquistou medalha de ouro foi a norte-americana Jade Carey, com nota 14.366. Vanessa Ferrari, da Itália, levou a medalha de prata (14.200).

 

Rebeca Andrade leva para o Brasil duas medalhas no peito, a de prata (individual geral) e a de ouro (salto). 

 

Argolas

 

Medalhista de ouro na Olimpíada de Londres 2012 e de prata na Rio 2016, o brasileiro Arthur Zanetti se despediu na madrugada desta segunda (2) de Tóquio sem subir ao pódio. O paulista ficou na oitava colocação na prova de argolas na ginástica artística, com 14.133 pontos obtidos na final.

 

Em sua apresentação, o atleta de 31 anos arriscou um triplo mortal grupado, mas acabou perdendo pontos na aterrissagem. Sendo assim, o sonho do terceiro pódio olímpico foi interrompido.

 

Quem conquistou medalhas de ouro e prata em argolas foram os chineses Liu Yang (15.500 pontos) e You Hao (15.300), respectivamente. Já o campeão na Rio 2016, o grego Eleftherios Petrounias terminou com o bronze, com 15.200 pontos.

 

Salto

 

Natural de Volta Redonda (RJ), Caio Souza também foi finalista nos Jogos de Tóquio, mas também ficou de fora do pódio na prova de salto de ginástica artística. O brasileiro encerrou sua participação na oitava posição, com 13.683 pontos. 

 

O vencedor da prova foi o sul-coreano Jeahwan Shin, com 14.783 pontos, a mesma somatória do ginasta Denis Abliazin, do Comitê Olímpico Russo. Porém, devido ao critério de desempate - grau de dificuldade - ele ficou com a prata. O armênio Artur Davtyan levou o bronze, com 14.733 pontos.


Veja também:


28/09/2021 | 10h52min

» Brasileirão : Grêmio tem pela frente Sport e Cuiabá, duas oportunidades que não podem ser desperdiçadas

28/09/2021 | 07h56min

» Economia: Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho

27/09/2021 | 14h47min

» Brasileirão : Inter começa a se preparar para enfrentar o Atlético-MG


Comentários:


Voltar ao topo