No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Esporte » Futsal


14/12/2023 | 10h57min

Ser Santiago divulga nota sobre decisão da Série Ouro

Equipe de Santiago decide não jogar a final que seria com a YEESCO/SERCESA, de Carazinho nesta sexta e sábado; entenda

Imagem: DivulgaçãoImagem: Divulgação

À Federação Gaúcha de Futsal,

À Comunidade Salonista,

SER SANTIAGO, vem a público, se manifestar sobre os desdobramentos dos lamentáveis fatos ocorridos nos confrontos contra a BGF/AAPF na disputa da semifinal do Campeonato Gaúcho Série Ouro – 2023.

Inicialmente, cumpre destacar, que a postura inicial do clube era de se manifestar, exclusivamente, nos autos dos processos disciplinares desportivos, uma vez que as duas partidas foram marcadas por desordens, que ensejaram denúncias das duas agremiações perante o TJD.

No jogo realizado em Bento Gonçalves, em que pese a partida tenha transcorrido sem anormalidades, ao final do jogo atletas da SER SANTIAGO foram hostilizados e agredidos por torcedores locais, com cuspes, sendo que um de nossos atletas foi agredido com um soco, enquanto outro foi atingido com o lançamento de um bumbo. Tais agressões consumadas foram relatadas em súmula e, após devido processamento legal, sobreveio à condenação da BGF/AAPF, por parte do TJD.

Já no duelo realizado em Santiago novas desordens ocorreram. O episódio ocorrido nos constrange e envergonha, sendo que a SER SANTIAGO se desculpa publicamente pelos acontecimentos.

Em homenagem a verdade e, ao contrário do que distorcidamente propagado nas redes sociais, os principais envolvidos na desordem foram identificados e punidos severamente pela justiça desportiva, sendo que o auxiliar técnico do clube, por exemplo, foi condenado à pena de 1 ano de suspensão, multa de R$1.000,00 e mais 9 jogos de suspensão.

Registramos, nosso máximo respeito à decisão emanada pelo TJD, uma vez que está alicerçada no CBJD, que, prevê, precipuamente, a responsabilização direta dos infratores, tal como, comprovadamente ocorreu no caso em tela.
Ressalvamos que, eventual divergência da SER SANTIAGO à decisão, será externada, oportunamente, e, através da via competente, que é o recurso voluntário.

 

Sendo assim, a SER SANTIAGO avança à fase final da competição de um modo que nos entristece, pois, como dito, gostaríamos que essa conquista viesse, legitimamente, de dentro da quadra.


Dessa forma, a motivação para esta difícil resolução reside nesses acontecimentos recentes, especialmente nos aspectos que transcendem os limites e as linhas da quadra. A agressividade e os incidentes extra quadra ocorridos nos confrontos anteriores minaram a essência dos valores que defendemos como instituição e como representantes do esporte.


Reiteramos nosso compromisso com a ética esportiva e acreditamos que, mesmo diante desta decisão, o espírito esportivo e a competitividade saudável devem prevalecer. Temos a certeza que esta atitude não apagará ou invalidará a trajetória de sucessos da SER Santiago, a qual muito nos honra e qualifica tudo e o tanto que foi feito.


Fruto desse empenho e dedicação intensos, a equipe Santiaguense obteve resultados extremamente relevante: Vice-Campeão Estadual SUB-15 2018, Campeão Estadual FGFS SUB-17/2021, Campeão Estadual LGF SUB-17/2021, Campeão Brasileiro de Ligas SUB-17/2021, Campeão Estadual Série Prata / 2022, Vice-Campeão Copa RS/ 2022, Vice-Campeão Copa dos Campeões / 2023, Vice-Campeão Super taça RS 2023, e Vice-Campeão Copa RS SUB-20 2023.

Diante dessas indesejáveis circunstâncias, rechaçamos à pecha do “ganhar a qualquer custo” e de que o “poderio financeiro deve se sobrepor ao desporto” e, com imbuídos do espirito esportivo que deve nortear sempre o esporte anunciamos que não disputaremos à final da competição, reconhecendo nosso adversário, nesta próxima fase - YEESCO/SERCESA - como o legítimo campeão do certame, nos conformando com o vice-campeonato.

 

Importante frisar também, que a decisão emanada pela Presidência da FGFS, obedece a decisão prolatada pelo TJD, sendo que o prosseguimento da partida seria realizado com portões fechados, por iniciativa, exclusiva, da FGFS. Não se pode pretender que a partida prossiga em local diverso de Santiago, se o clube não sofreu tal punição.

Temos ciência que a BGF/AAPF interpôs recurso em face da decisão emanada pelo TJD, no entanto, sequer há um pedido de efeito suspensivo, sendo que a decisão produz efeitos imediatos, nos termos do artigo 133 do CBJD.

Diante de tais ponderações, reafirmamos que o nosso desejo era o de concluir desportivamente a partida que foi suspensa com uma disputa leal e desportiva dentro das quatro linhas, como deve acontecer, e que se classificasse o melhor.

No entanto, mesmo com todas as garantias de segurança; com a respeitável decisão da justiça desportiva vigente e, com a razoável decisão da Presidência da FGFS de que o prosseguimento da partida se desse com portões fechados, nosso adversário decidiu abandonar definitivamente a disputa.


Veja também:


17/05/2024 | 10h01min

» : Grêmio começa a treinar em São Paulo

17/05/2024 | 06h57min

» : Inter segue os trabalhos mirando o retorno aos jogos oficiais

16/05/2024 | 10h13min

» : Narrador esportivo Silvio Luiz morre aos 89 anos


Comentários:


Voltar ao topo