No ar:
Correspondente Ipiranga - Rede Gaúcha Sat    08h00min às 08h10min

Ouvir!     

» Esporte » Brasileirão


06/05/2019 | 10h08min

Portaluppi reclamou que parte do time "cochilou"

Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoFoto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

A derrota para o Fluminense está sendo fácil de digerir. Campeão gaúcho invicto com apenas um gol sofrido em 17 partidas, o Grêmio tem problemas nos enfrentamentos com adversários mais fortes no Campeonato Brasileiro e na Libertadores da América. Somando as duas competições, são oito jogos do Tricolor com apenas duas vitórias – um aproveitamento de apenas 33%. A defesa, quase insuperável no Gauchão, levou 12 gols nesses compromissos – uma média de 1,5 por partida.

 

Os problemas do Grêmio ficaram escancarados na derrota para o Fluminense nesse domingo na Arena. Após abrir 3 a 0, o time gaúcho permitiu a virada de 4 a 3.

 

O Tricolor ainda chegou ao empate de 4 a 4, mas levou o quinto gol no final. Após o jogo, técnico Renato Portaluppi justificou a derrota por falhas de concentração de alguns jogadores em razão da vantagem. A expressão “deu mole” foi usada diversas vezes durante a coletiva pelo treinador.

 

E a  situação no meio-campo será agravada nesta quarta-feira, às 19h15min, diante do Libertad, no confronto decisivo para a classificação na Libertadores. Suspenso, Matheus Henrique não irá atuar. Michel e Rômulo devem brigar pela vaga ao lado de Maicon.

 

 

O Tricolor precisará pelo menos de um empate para avançar às oitavas de final. Vitória dos chilenos eliminará o Grêmio da Libertadores.


Veja também:


24/06/2019 | 05h55min

» Copa do Mundo: Brasil luta, mas perde para França e dá adeus à Copa do Mundo feminina

23/06/2019 | 05h29min

» Copa América: Brasil joga bem, anima a torcida e goleia o Peru

21/06/2019 | 09h19min

» Região: Jaguari conquista mais uma vez o Torneio Fronteira-Oeste de Bocha


Comentários:


Voltar ao topo