No ar:
Buenas Tarde meu Santiago (1º parte) - Marco Antônio Nunes    17h00min às 18h00min

Ouvir!     

» Esporte » Brasileirão


27/12/2020 | 22h42min

Na Arena, Grêmio vence o Atlético-GO por 2 a 1, no último confronto do ano pelo Brasileirão

Com gols de Diego Churín e um contra, Tricolor bateu o time visitante por 2 a 1

Foto: Lucas Uebel/Divulgação/GrêmioFoto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

A noite deste domingo foi de Grêmio em campo na Arena, para disputar a última partida deste ano, válida pelo Campeonato Brasileiro. Pensando na decisão das semifinais da Copa do Brasil, diante do São Paulo, na próxima quarta-feira, o técnico Renato Portaluppi colocou em campo uma equipe alternativa, que enfrentou e venceu o Atlético-GO por 2 a 1. 

 

Os 45 minutos iniciais foram de superioridade tricolor. O Grêmio conseguiu criar as melhores oportunidades e manter maior posse de bola. Mas o placar só foi aberto na reta final da primeira etapa, aos 43’, depois de um cruzamento de Vanderson, em que Dudu dividiu com Churín na pequena área e mandou contra. 

 

Já o início do segundo tempo foi de pressão goiana, tanto que aos 11’, Ferrareis conseguiu igualar o marcador. Mas aos 16’, o Tricolor voltou a frente - Pinares deu um passe para Diego Churín, que recebeu dentro da área e finalizou, mandando para o fundo da meta. A arbitragem anulou o lance no primeiro momento, por um possível impedimento de Vanderson, fora do lance, mas após revisão do VAR, o segundo gol gremista foi validado.  

 

Com o resultado, o Grêmio soma três pontos na competição, chegando a 45 e ocupando a 5ª posição na tabela de classificação. 

 

Na próxima quarta-feira, é a vez dos gremistas decidirem a vaga para as finais da Copa do Brasil, diante do São Paulo, às 21h30, no Morumbi. 

 


Veja também:


20/04/2021 | 06h53min

» Libertadores : Inter inicia seu caminho na Libertadores

18/04/2021 | 13h46min

» Lilertadores: Domingo de trabalho forte para confronto na Bolívia

18/04/2021 | 07h44min

» Gauchão: Thiago Gomes comanda treino tático para jogo contra o Nóia


Comentários:


Voltar ao topo