No ar:

Ouvir!     

» Esporte » Saúde


16/01/2019 | 09h24min

Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

O apoio logístico será feito de forma integrada com os ministérios da Saúde e da Educação e Casa Civil

O Ministério da Defesa autorizou o emprego das Forças Armadas em apoio a parte logística do Programa Mais Médicos. A decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (16), vale para todo o território nacional e detalha a atuação do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, estará no comando das ações envolvendo os médicos militares no programa, de acordo com o texto publicado no Diário Oficial.


Na portaria publicada, na seção 1, página 19, os militares atuarão para a recepção, hospedagem, transporte e distribuição dos médicos intercambistas e supervisores nos municípios de atuação em apoio ao programa.

 

Haverá um oficial de cada Força para assumir a função de ligação entre os demais e assim trocar informações e definir ações.

 

De acordo com os coordenadores do programa, os militares participam do Mais Médicos na recepção dos integrantes do programa em aeroportos e no deslocamento aéreo para capitais e centros de capacitação.

 

O apoio logístico será feito de forma integrada com os ministérios da Saúde e da Educação e Casa Civil.

 

EBC

 

 


Veja também:


17/10/2019 | 09h24min

» Saúde: Senado aprova obrigação de exame em 30 dias para diagnóstico de câncer

16/10/2019 | 06h50min

» Futebol: Seguem as negociações com Coudet, e Inter busca prazo para liberação

15/10/2019 | 16h59min

» Arte: Exposição representa a visão artística de usuários dos serviços de saúde mental de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo