No ar:
A Voz do Brasil - EBC Serviços    19h00min às 20h00min

Ouvir!     

» Esporte » Gauchão Sub-17


13/09/2018 | 15h46min

Cruzeiro precisa vencer Oriente neste sábado

Além de vencer, o time treinado por Rodrigo Rosa terá que contar com resultados paralelos para avançar

Cruzeiro fez uma boa partida, mas perdeu nos acréscimos. Foto: Paulo Henrique Bandeira/Júlio Martins Esportes/DivulgaçãoCruzeiro fez uma boa partida, mas perdeu nos acréscimos. Foto: Paulo Henrique Bandeira/Júlio Martins Esportes/Divulgação

A derrota para o Inter-SM na tarde da quarta-feira deixou o Cruzeiro/Bola Pro Futuro na obrigação de vencer seu último jogo na segunda fase do Gauchão Juvenil B.

 

No sábado (15), o Raposão recebeu o Oriente, líder do grupo, no estádio Alceu Carvalho. Além de vencer, o time treinado por Rodrigo Rosa terá que contar com resultados paralelos para avançar. A partida contra o time de Canoas está marcada para as 15h.

 

O empate que em 0 a 0 que se garantia até os 42 minutos do segundo tempo em Santa Maria permitira que o Cruzeiro classificasse com uma vitória simples, pois terminaria na segunda colocação do grupo. A derrota, no entanto, jogou o time de Santiago para o terceiro lugar, o que significa que a vaga direta só virá com vitória sobre o Oriente e derrota do Inter, que se despede desta fase contra o eliminado São Gabriel, em Santa Maria.

 

Vencendo o líder, o representante santiaguense terá que torcer por tropeços dos concorrentes diretos às duas vagas reservadas aos terceiros colocados. Associação Rosário (que enfrenta o líder 15 de Novembro), Botafogo, de Fagundes Varela, e Uruguaiana (que se enfrentam na fronteira) são os outros concorrentes.

 

Informações Júlio Martins


Veja também:


05/06/2020 | 16h27min

» Futebol: Grêmio fecha semana com treinos físicos no CT

05/06/2020 | 16h23min

» Futebol: Inter realiza novos testes para Covid-19 e não tem nenhum resultado positivo

03/06/2020 | 13h42min

» Internacional: Federação alemã de futebol não irá punir homenagens a George Floyd


Comentários:


Voltar ao topo