No ar:

Ouvir!     

» Esporte » Futebol


06/07/2019 | 18h51min

Copa América: Messi é expulso, mas Argentina vence Chile e fica em 3°

Placar final ficou em 2 a 1

Foto: Luisa Gonzalez/Reuters/Direitos reservadosFoto: Luisa Gonzalez/Reuters/Direitos reservados

Com estádio cheio, mas não lotado, e com o maior jogador do mundo expulso ainda no primeiro tempo da partida, a Argentina conquistou na tarde de hoje (6) o terceiro lugar da Copa América, vencendo o Chile por 2 a 1, na Arena Corinthians, em São Paulo.

 

A conquista vem depois de uma semana de muitas reclamações da seleção argentina, após a derrota para o Brasil na última terça-feira (2). A Argentina, principalmente na figura de Messi, reclamou de lances no jogo contra o Brasil que poderiam resultar em pênalti e nos quais não houve consulta ao VAR. A equipe também reclamou dos gramados e da organização do campeonato.

 

Messi foi expulso aos 37 minutos de primeiro tempo, após se estranhar com Medel em um lance fora do campo chileno. O árbitro acabou expulsando ambos os jogadores de campo. Quando o árbitro levantou o cartão para Messi, o estádio todo protestou. O árbitro consultou o VAR e manteve as expulsões, o que não agradou a torcida, que passou a xingar o juiz.

 

Foi o segundo cartão vermelho de Messi em toda sua carreira: o primeiro foi em 2005, em sua estreia pela seleção argentina. Na saída para o intervalo, quando a Argentina já vencia por 2 a 0, a torcida não perdoou: a arbitragem saiu do gramado sob vaias e xingamentos.


Veja também:


21/02/2020 | 17h30min

» Gauchão: Grêmio encerra preparação para encarar o Caxias, mas não revela time

19/02/2020 | 10h55min

» Região: De olho na Segundona, Aesb promove Peneirão

16/02/2020 | 14h40min

» Vôlei: Atleta santiaguense integra Sub-21 do Flamengo


Comentários:


Voltar ao topo