No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Entretenimento » TV


10/01/2024 | 13h21min

Veja a lista das novelas que estreiam em 2024

Renascer. Sinhá Moça e Família é Tudo estão na lista

Renascer estreia agora em janeiro. Foto: Globo/Fábio RochaRenascer estreia agora em janeiro. Foto: Globo/Fábio Rocha

A previsão para 2024 é de muita alegria para os noveleiros. O ano conta com três novas produções para a TV aberta, além de estreias no Globoplay e no canal Viva. E algumas delas já estão sendo exibidas desde a última segunda-feira (1).

Na lista do podcast Papo de Novela tem uma das tramas mais aguardadas: Renascer, história de Benedito Ruy Barbosa, exibida pela primeira vez em 1993 e considerada uma obra-prima. Os horários das 6 e das 7 também têm novas produções previstas para esse ano.

 

E para quem ama rever grandes sucessos, 2024 está cheio de novidades. Sinhá Moça, outro clássico do Benedito, estreou no dia 1º de janeiro no canal Viva.

 

Renascer

O remake, escrito por Bruno Luperi, trará novamente a saga épica de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira). Sozinho no mundo, ele chega no interior de Ilhéus, no sul da Bahia, e inicia uma conexão imediata com aquela terra. Não demora muito para ele se tornar o fazendeiro mais bem-sucedido da região por seus êxitos como produtor de cacau.

Na primeira fase da trama, ele e Maria Santa (Duda Santos) se apaixonam à primeira vista. Santinha, como também é conhecida, vive sob as rédeas do pai, Venâncio (Fabio Lago) e da submissão da mãe Quitéria (Belize Pombal).

Isolada do mundo e sem experiência com relacionamentos anteriores, Maria Santa acreditará que engravidou depois de beijar o "coronelzinho". E quando o pai dela descobre isso, ele abandona a filha na porta da "casa das damas", de propriedade de Jacutinga (Juliana Paes), que se tornará uma segunda mãe para Santinha.

Mas o amor deles vence barreiras e Maria Santa e José Inocêncio se casam. Mas ao ter o seu quarto filho, uma tragédia acontece e a vida de Inocêncio muda radicalmente.

 

Família é Tudo

Frida Mancini (Arlete Salles), dona da gravadora Mancini Music, tem um sonho: reunir seus cinco netos – Vênus (Nathalia Dill), Júpiter (Thiago Martins), Andrômeda (Ramille), Electra (Juliana Paiva) e Plutão (Isacque Lopes) –, que estão há anos sem se ver. Para isso, a avó organiza um cruzeiro para celebrar o seu aniversário e o de sua irmã gêmea, Catarina. Porém, os netos não comparecem e ela embarca apenas com a irmã e o sobrinho Hans (Raphael Logam). Mas um acidente em pleno alto mar resulta no misterioso sumiço de Frida. E é justamente isso que coloca os cinco jovens juntos novamente.

 

No Rancho Fundo

Depois de Elas por Elas, vem aí No Rancho Fundo. Escrita por Mario Teixeira e com direção artística de Allan Fiterman, a trama é uma comédia romântica contemporânea que narra a trajetória de Quinota e sua família em meio às dificuldades do sertão. A novela ainda explora o choque cultural e social da região com a metrópole.

 

Sinhá Moça

Sucesso de Benedito Ruy Barbosa e exibido em 2006, a segunda versão de Sinhá Moça estreou no dia 1º de janeiro no Viva. A história se passa em 1886 e tem como personagem central Sinhá Moça (Débora Falabella). A jovem é filha da bela e submissa Cândida (Patrícia Pillar) e do poderoso coronel Ferreira (Osmar Prado), o Barão de Araruna, o maior escravocrata da região.

Depois de concluir seus estudos na capital, Sinhá Moça volta à cidade de Araruna de trem e, durante a viagem, ela conhece Rodolfo (Danton Mello) e os dois jovens se apaixonam. Sinhá Moça tem ideais abolicionistas e não concorda com as atitudes do pai. Rodolfo pensa como a jovem mas, para conquistar a confiança do Barão, ele finge ser monarquista e defensor da escravidão.


Veja também:


15/05/2024 | 07h39min

» : Grupo Os Mateadores promove nesta quarta uma live solidária

14/05/2024 | 11h13min

» : Quadro do cavalo Caramelo é vendido por R$ 130 mil em leilão

12/05/2024 | 13h20min

» : Feira do Livro de Santa Maria é adiada para setembro devido às enchentes


Comentários:


Voltar ao topo