No ar:
Geração 2000 - Jones Diniz    20h10min às 23h59min

Ouvir!     

» Entretenimento » Música


28/09/2018 | 08h55min

Tim Maia, o eterno “síndico”, completaria 76 anos nesta sexta-feira

Artista, morto há 20 anos, é autor de sucessos como “Do Leme ao Pontal” e “Não quero dinheiro”

Tim Maia. Foto: DivulgaçãoTim Maia. Foto: Divulgação

Dono de um timbre de voz único e marcante, o eterno “síndico” Tim Maia completaria 76 anos nesta sexta-feira (28/09) e, para marcar a data, o Ecad homenageia o artista com informações sobre sua obra. Tema de livro e de filme, Tim Maia foi um dos artistas mais completos de sua geração e é autor de 196 músicas de sucesso cadastradas em nosso banco de dados, como “Azul da cor do mar”, “Do Leme ao Pontal”, “Não quero dinheiro” e “Você”.

 

Nas rádios de todo o Brasil, as músicas mais tocadas na voz grave de Tim Maia são “Gostava tanto de você”, “Azul da cor do mar” e “Um dia de domingo”. Contabilizando 75 versões diferentes de artistas como Sandra de Sá, Ivete Sangalo e Leny Andrade, “Azul da cor do mar” é a música do artista mais gravada, seguida por “Do Leme ao Pontal” e “Não vou ficar”.

 

Vinte anos após sua morte, seus herdeiros ainda recebem os direitos autorais pela execução pública de suas canções através do Ecad, que trabalha para manter a música viva. Atualmente, 60% destes rendimentos de Tim Maia vêm dos segmentos de rádio, TV aberta e show. O cantor é o terceiro artista brasileiro falecido que mais recebe direitos autorais, atrás apenas de Tom Jobim e Renato Russo.


Veja também:


27/03/2020 | 16h09min

» Música: Festival online #tamojuntoII tem Paula Fernandes, Xande de Pilares e MC Rebecca

26/03/2020 | 11h14min

» Cinema: "Mulher-Maravilha: 1984" é adiado por coronavírus

26/03/2020 | 10h55min

» Gente: Dinho Ouro Preto é diagnosticado com coronavírus


Comentários:


Voltar ao topo