No ar:

Ouvir!     Fale com o locutor

» Vida / Estilo » Saúde


15/08/2016 | 10h45min

Ventosaterapia, a técnica milenar que caiu no gosto dos atletas olímpicos, entre eles o nadador Michael Phelps

Usada para aliviar dores nas costas e pescoço, rigidez muscular, ansiedade, fadiga, enxaquecas, reumatismo, e até mesmo a celulite

Manchas roxas  que saem em uma semana. Foto: Divulgação/Olimpíada Rio 2016Manchas roxas que saem em uma semana. Foto: Divulgação/Olimpíada Rio 2016

A ventosaterapia é uma técnica milenar muito usada para desintoxicar o organismo, reduzir dores, desconfortos, estresse e tudo o que tenha a ver com o alinhamento da energia. A técnica vem chamando a atenção nas Olimpíadas Rio 2016.  Muitos atletas olímpicos – a maioria membros da equipe dos EUA – estão ostentando grandes marcas circulares vermelhas em seus corpos, entre eles o nadador Michael Phelps. 

 

A técnica envolve pressionar frascos quentes sobre o corpo. Isso provoca uma sucção, que pode aumentar o fluxo de sangue nestas áreas. Os nadadores e ginastas que utilizam a técnica afirmam que ela ajuda a aliviar suas dores.É praticada em sessões com um profissional que usa algumas taças de vidro ou plástico para aderi-las em diferentes áreas do corpo.

 

A ventosa terapia é muito antiga e se expandiu em diferentes culturas. Acredita-se que no Egito (2200 aC) e na Índia a Medicina Ayurveda, utilizava a prática médica com ventosas. Também existem registros na Grécia com Hipócrates (400 aC) que foi quem se sabe que deixou as primeiras indicações detalhadas sobre a utilização desta terapia e mais tarde médico como Galeno a moldarão em forma de textos médicos. Nos países árabes se chamava Hijama e as culturas primitivas xamânicas utilizavam as ventosas para sugar o espírito causador da doença no corpo.

 

Mas sua maior referência está associada com a medicina tradicional chinesa (existe há mais de 3000 anos), onde se utiliza muito comumente em pessoas de todas as idades.

 

O tratamento requer um ambiente calmo e relaxado, onde ocorrerá a sessão de ventosa terapia. É feito mediante a aplicação de copos de vidro ou de plástico (são taças chinesas), em forma de ventosas. São aquecidas com fogo para consumir o oxigênio que está dentro da ventosa e imediatamente aplicada sobre a pele antes que volte a entrar mais oxigênio. Isto é feito com uma pinça colocando um algodão cheio de álcool, em seguida, pega fogo e rapidamente se introduz no vidro. Retira-se o calor que fica aprisionado no interior do copo e ali você pode colocar sobre a pele.

 

Desta maneira, se gera o vácuo que permite colocá-las em determinados pontos energéticos do corpo sem que caiam. A sucção que exercem as ventosas é o que consegue desbloquear os pontos energéticos obstruídos para restaurar o fluxo de energia e ajudar o paciente a desintoxicar o seu organismo durante cada sessão.

 

Se pratica como um método de medicina alternativa e em SPA sempre orientada por um profissional que geralmente a acompanha com massagens.

 

Outros Benefícios da ventosa terapia

 

Esta terapia é segura e confortável, nada invasiva nem dolorosa e muito semelhante a uma sessão de massagens. Adapta-se a todas as pessoas, já que ajuda a melhorar muitos problemas de saúde, como dor muscular, fadiga, artrite, prisão de ventre, alergias, asma, problemas de pele e tratamento da dor em geral. Também funciona para tratar a celulite, a mobilização da gordura localizada, regula e melhora as funções do sistema nervoso, aliviam o estresse, ansiedade, dores nas costas e ajuda com a depressão, entre outros.

 

Esse vídeo está postado no site Dicas de Massagem. Muito legal!

Veja também:


28/04/2017 | 16h15min

» Serviço: Ministério da Saúde vai criar uma fila única para cirurgias eletivas em todos os estados

27/04/2017 | 16h49min

» Saúde: Cobertura do índice vacinal em Santiago contra a gripe precisa melhorar

27/04/2017 | 10h36min

» Política: Presidente do Senado está internado em Brasília após desmaio na madrugada


Comentários:


Voltar ao topo