No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h29min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Vida / Estilo » Casa


30/06/2017 | 15h02min

Misturas de produtos de limpeza que nunca deve fazer

A regra básica é nunca misturar água sanitária com nenhum outro produto

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Existem muitas misturas que podem acabar colocando pessoas em situação de perigo. Esse é o caso da mistura de produtos de limpeza: na tentativa de facilitar o trabalho, acaba gerando substâncias perigosas para a saúde.

 

Por mais que dois produtos funcionem maravilhosamente sozinhos, isso não significa que misturar os dois vai potencializar seus efeitos. Pelo contrário: acaba anulando as propriedades de limpeza dos produtos, prejudicando a saúde e correndo o risco de causar uma explosão.

 

Para evitar esses problemas, conheça e anote misturas de produtos que limpeza que nunca deve fazer.

 

Água sanitária + Desinfetante

 

Esses dois produtos são bastante utilizados e oferecem bons resultados quando são empregados sozinhos na limpeza da casa, mas a sua mistura é perigosa.

A água sanitária tem como ingrediente ativo o hipoclorito de sódio, que apresenta propriedades germicidas e pode ser usado como alvejante de roupas. Os desinfetantes, por sua vez, são ricos em amônia.

Assim, quando esses dois produtos são misturados, ocorre a formação de cloroaminas, substâncias que, se inaladas, podem causar problemas de saúde que vão desde alergias até intoxicações e queimaduras.

 

Água sanitária + Vinagre

 

O vinagre parece um tempero inocente que deixa as saladas muito gostosas, além de ser um poderoso agente de limpeza. Essas propriedades são verdadeiras, mas o vinagre também pode representar um perigo se for misturado à água sanitária.

Quando combinados, esses dois produtos formam o gás cloro (Cl2), um vapor amarelo-esverdeado que, mesmo em pequenas quantidades, pode provocar acessos de tosse por irritar as vias respiratórias, problemas de respiração e ardência nos olhos.

 

 

Vinagre + Água oxigenada

 

A mistura do vinagre com a água oxigenada leva à formação do ácido peracético, que em alta concentração pode causar irritações na pele, nos olhos e no sistema respiratório.

O ácido peracético pode ser encontrado em lojas de produtos químicos, mas a tampa da embalagem precisa ser equipada com uma válvula especial que permita a saída do oxigênio que se forma dentro da embalagem.

Isso significa que, se você fizer a mistura de vinagre com água oxigenada em casa e guardá-la dentro de um recipiente comum, hermeticamente fechado, a liberação de oxigênio poderá aumentar a pressão interna e acabar rompendo o frasco.

 

Bicarbonato de sódio + Vinagre

 

Se você participou de alguma feira de ciências na escola, você deve se lembrar daquele vulcão que entrava em erupção quando se misturavam bicarbonato de sódio e vinagre. Nessas condições, em que a espuma e o dióxido de carbono formado têm por onde escapar, a mistura desses dois produtos não é perigosa, mas ela pode até causar uma explosão se for feita em um recipiente fechado.

Além disso, como o bicarbonato de sódio é uma substância básica e o vinagre é uma substância ácida, a mistura dos dois resulta em água e um sal chamado acetato de sódio, ou seja, você perde as propriedades de limpeza que esses produtos tinham antes.

Para a sua segurança, nunca misture produtos de limpeza, nem mesmo produtos da mesma espécie, mas que sejam de marcas diferentes. Vale a pena lembrar que você deve manter todos esses produtos fora do alcance de crianças e animais e que as embalagens nunca devem ser reutilizadas.

 

Dicas de Mulher


Veja também:


19/09/2017 | 07h32min

» Moda: Bombachas femininas ficam lindas em qualquer época e estação

19/09/2017 | 07h01min

» Receita: Bolinho frito sequinho

18/09/2017 | 08h24min

» Polícia: Jovem acusado de estuprar a sobrinha de 10 anos, é preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva.


Comentários:


Voltar ao topo