No ar:

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Nutrição


17/07/2018 | 15h29min

Milho apresenta benefícios dos superalimentos

É fonte de antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras alimentares

Milho é tudo de bom. Foto: DivulgaçãoMilho é tudo de bom. Foto: Divulgação

Vistoso e nutritivo, o milho está presente em diversas – e saborosas – receitas do nosso dia a dia. São pratos salgados, saladas, sobremesas e até a mais prática e versátil pipoca. O milho aparece assado na espiga, polenta, curau... Tem para todos os gostos!

 

O que pouca gente sabe, entretanto, é que, além de delicioso, o cereal é bastante nutritivo e, agora, é possível encontrar milho em conserva livre de sal e açúcar, em versão natural, apenas imerso em água, preservando suas propriedades.

 

De acordo com a nutricionista Bianca Naves, da Predilecta, o milho pode ser considerado um superalimento, pois além dele ser fonte de energia, devido aos carboidratos, tem na sua composição antioxidantes, vitaminas, minerais e fibras alimentares, que são importantes aliados na manutenção da saúde.

 

“Os carotenoides presentes no milho ajudam no combate aos radicais livres, fortalecem o sistema imunológico, além de auxiliar na proteção de doenças degenerativas oculares, como a catarata, por conta da luteína e da zeaxantina. Já as fibras alimentares ajudam a conferir a sensação de saciedade, reduzir os níveis de colesterol, controlar o açúcar no sangue e melhorar o trânsito intestinal”, informa Bianca.

 

Outros componentes importantes no milho são as vitaminas do complexo B (B1, que favorece as funções cerebrais, como a memória; B3 ou niacina, que previne e trata o colesterol alto; e a vitamina B6, conhecida também como piridoxina, que atua no metabolismo das proteínas), são encontradas também vitaminas A e E. Com relação aos minerais, são encontrados em maior quantidade magnésio, fósforo e cobre, essenciais para saúde óssea e cardiovascular. Já o zinco auxilia o funcionamento do sistema imunológico, enquanto o potássio é importante para o controle da pressão arterial e saúde do coração.

 

Consumo de milho para prevenção de doenças - O consumo regular de milho, e não só dos alimentos derivados do milho, pode contribuir para a prevenção de doenças crônicas. “Isso porque os seus componentes, como os fitonutrientes (antioxidantes), têm como função combater principalmente os radicais livres, protegendo o corpo de várias doenças crônicas, inclusive o câncer. Esses antioxidantes têm agentesanticancerígenos como o ácido ferúlico, que pode combater tumores da mama e fígado”.

 

Dessa forma, consumir óleo do milho, que possui um antiaterogênico no LDL, pode contribuir para reduzir a prevalência de doenças do coração. Além disso, pode previnir placas de gorduras nas artérias. “Mas vale lembrar que, para não perder as propriedades, esse óleo não deve ser aquecido até altas temperaturas”, ressalta Bianca.

 

 A grande quantidade de vitamina A presente no milho melhora o aspecto da pele, tornando-a mais brilhante, além de ajudar na visão noturna. O betacaroteno torna os cabelos, unhas, pele e membranas mucosas mais fortes e saudáveis.

 

Em alguns casos de pressão alta, já há referências que mostram que a presença de fitonutrientes, como os isoflavonóides agem como reguladores da insulina no corpo, e automaticamente com a liberação adequada de insulina no organismo é possível evitar que a pressão arterial se altere.

 

Predileta

 

 

 


Veja também:


17/09/2018 | 15h04min

» #ficaadica: Receita simples de ambrosia

16/09/2018 | 15h20min

» #ficaadica: Receita de carreteiro de charque

13/09/2018 | 16h31min

» #aguanaboca: Receita de torta de leite condensado


Comentários:


Voltar ao topo