No ar:

Ouvir!     

» Vida / Estilo » Nutrição


25/01/2018 | 11h18min

Como amenizar os desconfortos que o verão pode trazer

Chega a época mais quente do ano e com ela diversos incômodos podem aparecer no corpo; saiba como evitar

Refresque-se sempre, água é tudo de bom. Foto: DivulgaçãoRefresque-se sempre, água é tudo de bom. Foto: Divulgação

O verão veio com tudo e é importante ter em mente alguns cuidados imprescindíveis nessa época do ano. O aumento no consumo de água é o maior ponto de atenção, pois perde-se mais líquido por meio do suor e não repor adequadamente pode acarretar alguns problemas. Por exemplo, no clima quente pacientes com pedra no rim aumentam em 20% por conta da intensa transpiração do corpo. O acúmulo de cálcio e outras substâncias, somado ao o consumo de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas, como cerveja – que muitos acham que ameniza e refresca o calor, mas que na verdade, agrava a desidratação – podem contribuir para um quadro de cálculo renal.

 

Também é possível notar um aumento de pessoas com dores de cabeça e quadros de enxaqueca. Acontece que a falta de líquido no organismo pode causar um desequilíbrio sério no processo de entrada e saída de sódio e potássio das células. Essa condição acarreta um distúrbio no metabolismo e aumenta as chances de uma pessoa, com ou sem enxaqueca, a sentir dores de cabeça.

 

Segundo a doutora Carolina Mantelli, endocrinologista e especialista em metabologia, a chave para manter uma boa qualidade da saúde e prevenir esses e outros incômodos é simples: basta aumentar a ingestão de água. Acontece que a maioria continua consumindo a mesma quantidade de água que no inverno, sem considerar que a perda de líquidos é bem maior no verão. O ideal é consumir 300ml em um intervalo de 2 ou 3 horas, de preferência em um horário longe das grandes refeições como almoço e jantar.

 

Importante aliada também, para garantir um maior conforto no verão, é a alimentação. Consumir alimentos frescos, saudáveis e pouco calóricos, compõem uma refeição mais leve e são fundamentais no auxílio do bem-estar durante essa época de temperaturas mais elevadas.

 

São eles:

 

- Saladas leves e saborosas ajudam o organismo a trabalhar melhor;

- Picolés de frutas, refrescam e são pouco calóricos;

- Água de coco, hidrata e ainda é anti fúngica;

- Grãos e sementes;

- Smoothies;

- Alho, alho-poró, cebola e cebolinha. O alho é ideal para tratar e prevenir os níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) no sangue;

- Couve-flor, repolho, rabanete, nabo e brócolis, possuem vitamina C, magnésio, potássio, vitamina K e são fontes - de fibras;

- Abóbora e abobrinha são fontes de potássio, vitaminas do complexo B, vitamina C, ácido fólico, fibras e carboidratos;

- Pimentas contêm vitamina C, sais minerais, fibras e capsaicina, uma substância benéfica contra o colesterol ruim e ainda é super termogênica ajudando a queimar as gordurinhas; 

- Alface, acelga, espinafre, couve, agrião e rúcula possuem betacaroteno, fibras, cálcio, ferro, vitamina C, vitamina K. As folhas mais escuras são as que mais concentram nutrientes;

- Morango, framboesa e amora são essencialmente ricas em fitoquímicos, como os carotenoides que agem na prevenção do câncer e fibras que ajudam a reduzir o colesterol. Além disso, são frutas com menor índice de carboidratos, não prejudicando a dieta.


Veja também:


17/02/2018 | 15h30min

» Receita: Macarrão ao forno com creme

15/02/2018 | 11h06min

» Moda: Boina é o acessório de 2018 que todo mundo vai usar

15/02/2018 | 09h04min

» #ficaadica: Dermatologista explica como escolher o protetor solar ideal


Comentários:


Voltar ao topo