No ar:

Ouvir!      Fale com o locutor/mural

» Geral » Denúncia


03/05/2017 | 08h50min

Várias ocorrências arrombamentos de estabelecimentos comerciais e residências são registradas nas últimas 48 horas em Santiago

Nem mesmo uma Igreja foi poupada pelos bandidos. Oito casos foram registrados

Várias ocorrências arrombamentos de estabelecimentos comerciais  e residências são registradas  nas últimas 48 horas em Santiago.

 

Um senhor relatou que na madrugada da terça-feira, 2, estava monitorando pelo celular a loja Roda Pneus na Rua Pinheiro Machado, centro, quando avistou um homem mexendo na câmera 3 instalada no local. O comunicante acionou a empresa de monitoramente que presta serviço para o estabelecimento, que compareceu na loja, porém nenhum suspeito foi localizado no interior do prédio. A grade externa da janela dos fundos foi arrancada, mas nada foi furtado.

 

Já a proprietária da Loja Bicharada Vip, situada na Rua Duque de Caxias, centro, registrou que na manhã de terça, 2, quando chegou para abrir o estabelecimento, constatou que haviam forçado a porta dos fundos, não conseguindo adentrar no prédio. Uma câmera de vigilância instalada nas proximidades poderá ter gravado a ação e auxiliar na identificação do autor.

 

Na mesma madrugada, a Igreja da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, na Rua Felipe Lopes, próximo ao Centro Social Urbano, foi arrombada através de uma janela. Segundo o Coordenador da Comunidade, vários objetos foram revirados no interior da igreja. Foi constatado o furto de uma cafeteira e uma batedeira, ambas novas que ainda estavam acondicionadas nas caixas.

Além destes casos, mais cinco ocorrências da mesma natureza foram registradas na Polícia Civil. 


Veja também:


18/10/2017 | 11h00min

» Educação: Professora de Pedagogia da URI Santiago participa de missão acadêmica na Argentina

18/10/2017 | 10h12min

» Economia: Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios

18/10/2017 | 09h50min

» Educação: Inscrição promocional ao vestibular neste sábado


Comentários:


Voltar ao topo