No ar:
Meu Rincão - Marco Antônio Nunes    07h00min às 09h00min

Ouvir!     

» Geral » Clima


21/12/2017 | 15h36min

Verão chega com calor intenso em todo o RS

Inmet prevê chuvas irregulares e mal distribuídas, como já vem sendo observado nos últimos meses, em toda a região

Altas temperaturas. Foto: Ieda BeltrãoAltas temperaturas. Foto: Ieda Beltrão

O Instituto Nacional de Meteorologia  divulgou o prognóstico trimestral – Janeiro-Fevereiro e março de 2018  para a estação verão, que iniciou às 14h28min, até às 13h15min do dia 20 de março de 2018.

 

A estação é caracterizada, normalmente, por temperaturas elevadas em todo o país, em função da posição relativa do Sol mais ao sul, tornando os dias mais longos que as noites e com mudanças rápidas nas condições de tempo, ou seja: chuva forte, queda de granizo, vento com intensidade moderada à forte e descarga elétrica, em todas as regiões do Brasil.

 

Com a presença do fenômeno La Niña de intensidade fraca, essas condições poderão ser alteradas no decorrer do período, com chuva mais contínua nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, índices de chuva acima do normal nas Regiões Norte e Nordeste

 

Uma das características marcantes da influência do La Niña na Região Sul, é a má distribuição e irregularidade da precipitação (chuva).

 

Portanto, para este verão o Inmet prevê chuvas irregulares e mal distribuídas, como já vem sendo observado nos últimos meses, em toda a região. Com isto, podem ocorrer precipitações de forte intensidade em períodos curtos de tempo intercalando com períodos de vários dias sem precipitação, agravado pelo fato de a evaporação e evapotranspiração serem maiores nos meses de verão, o que pode acarretar problemas para a agricultura.


Veja também:


26/05/2018 | 22h49min

» Perigo: Em Santiago, condutor embriagado quase colide em outro veículo

26/05/2018 | 13h23min

» Trânsito: Ponte Júlio de Castilhos em Jaguari é liberada para passagem de pedestres e veículos

26/05/2018 | 13h19min

» Educação: Blitz pede mais atenção dos motoristas ao trafegar em frente das escolas


Comentários:


Voltar ao topo