No ar:
Santiago Rural - Paulo Pinheiro    05h00min às 05h30min

Ouvir!     

» Geral » Memória


07/07/2018 | 10h07min

Velho livro de visitas, datado de 1969, virou peça curiosa do museu municipal de Santiago

Peça tem dedicatórias, poemas e assinaturas de pessoas ilustres, entre elas Caio Fernando Abreu

Foto: Divulgação/Museu Pedro PalmeiroFoto: Divulgação/Museu Pedro Palmeiro

O velho livro de visitas, datado de 1969, virou peça curiosa do museu municipal, Pedro Palmeiro. Com dedicatórias, poemas e assinaturas de pessoas importantes  o livro é bem procurado pelos visitantes.

 

Veja mais registros AQUI

 

Baseado em levantamento feito pelo coordenador do museu, Vanderlei Almeira, se chegou às assinaturas, por exemplo, de Dom Augusto Petró (bispo diocesano), José Martins (coordenador da 3ª zona do movimento tradicionalista gaúcho), Padre Paulo Aripe (criador da missa crioula), Nilda Severo (radialista e instrumentista),  Conjunto Os Araganos, Paixão Cortes ex-prefeito Helio Lopes de Bitencourt, até Caio Fernando de Abreu, este último que visitou o museu em 1984, quando da inauguração no prédio Melvin Jones.

 

O livro ata de registros, com quase um metro de comprimento, e com 300 páginas,  teve início no mês de agosto de 1969, encerrado em  julho de 2002, trinta e três anos eternizando momentos de figuras ilustres ou não que passaram pelo museu Pedro Palmeiro, desde o local de origem, residência de seu patrono, até suas novas dependências.

 

O velho livro foi doado pelo Cartório de Registros, cumprindo com isso duas finalidades importantes:  como parte de material histórico do Cartório de Pedro Palmeiro e o registro de visitas do museu./ É preciso dedicar um bom tempo para foliar suas páginas e promover um retorno ao passado.

 

 


Veja também:


18/09/2018 | 15h11min

» Educação: Projeto "Escola que Faz, professor que acontece" será defendido em congresso internacional

18/09/2018 | 15h07min

» Turismo: Porto-alegrenses ficam encantados com o Memorial da Poesia

18/09/2018 | 11h52min

» Saúde: Faltou pouco para Santiago atingir a meta de vacinação contra a polio e o sarampo


Comentários:


Voltar ao topo