No ar:
Missa - Igreja Matriz    09h00min às 10h00min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


31/07/2018 | 15h18min

Tradicionalistas devem ficar atentos para a Circular que trata sobre o desfile do dia 20 de setembro

Na área urbana existem muitos proprietários de equinos que não estão em dia com a Inspetoria Veterinária

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

 

Tradicionalistas devem ficar atentos para a Circular 01-2018, que trata sobre o desfile do dia 20 de setembro.

 

Conforme o chefe da Inspetoria Veterinária de Santiago, Marcos Castro, as normas são as mesmas do ano passado.

 

A inspetoria vai marcar reuniões com as partes envolvidas para a chamada responsabilidade compartilhada, evitando transtornos futuros.

 

Castro deixou claro que cabe á inspetoria veterinária cumprir a legislação válida para todo o RS e  Santiago não é diferente. Pediu aos todos os envolvidos que se adequem às normas previstas na Circular.

 

Na área urbana existem muitos proprietários de equinos que não estão em dia com a Inspetoria Veterinária. Isso quer dizer que quando buscarem a GTA terão que arcar com as consequências, como as infrações a serem aplicadas.

 

 Marcos Castro informou ainda que a partir de amanhã, 01 de agosto, não será mais aceito  atestado do médico veterinário de animal incompatível para a influenza, mas sim a carteira de vacinação que deverá conter o nome do dono e do animal e dados do produto aplicado. Lembra ainda que a carência de 21 dias após a vacinação do cavalo deverá ser levada em consideração na hora de solicitar a documentação. Pediu aos cavalarianos que procurem a Inspetoria Veterinária, evitando deixar tudo para a última hora.

 


Veja também:


18/08/2018 | 20h51min

» Eleições 2018: Dos 27,4 mil registros de candidaturas, 8,4 mil são de mulheres

18/08/2018 | 17h41min

» Agenda: Praça Moisés Viana será palco de ação social dos direitos da pessoa com deficiência

18/08/2018 | 15h11min

» Oportunidade: Prefeitura de Santiago: prazo para inscrições de estagiários é prorrogado


Comentários:


Voltar ao topo