No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » Internacional


23/05/2017 | 08h39min

Terrorista suicida mata 22 pessoas, entre elas jovens, em Manchester

Ministra britânica do Interior, Amber Rudd, qualificou o atentado de barbárie

Um terrorista suicida provocou, na noite dessa segunda-feira, 22, a morte de 22 pessoas, entre elas adolescentes, ao explodir um artefato de fabricação caseira perto da Manchester Arena, informou nesta terça, 23, a polícia dessa cidade, no Norte da Inglaterra.
 

No ataque - ocorrido por volta das 21h35 (horário local, 18h30 em Brasília), ao final de um show da cantora americana Ariana Grande -, 59 pessoas ficaram feridas, segundo o chefe de Polícia de Manchester, Ian Hopkins. "Posso confirmar que há adolescentes entre os mortos", disse Hopkins, em entrevista, divulgada pela Agência EFE.

 

O agente informou ainda que a investigação procura estabelecer se o responsável pelo ataque "agiu sozinho ou como parte de uma rede" terrorista. "Acreditamos que o autor levava um artefato explosivo que ele detonou, causando essa atrocidade", afirmou Hopkins.

 

"As famílias e muitos jovens estavam em um show na Manchester Arena e morreram. Os nossos pensamentos estão com as 22 pessoas que morreram, as 59 que ficaram feridas e seus entes queridos", disse.

 

A ministra britânica do Interior, Amber Rudd, qualificou o atentado de barbárie e disse que ele foi destinado a atingir as pessoas "mais vulneráveis da sociedade" e provocar o temor, mas destacou que não o conseguirão.

 

A titular do Interior pediu à população que se mantenha alerta, mas não alarmada, e que se tem alguma coisa para denunciar, que entre em contato com a polícia.

 

EBC


Veja também:


22/02/2018 | 09h24min

» Empresa: Grupo Batista dá início a mais um empreendimento localizado na RS 377

22/02/2018 | 09h17min

» Artigo: Ar condicionado também é questão de saúde

22/02/2018 | 09h14min

» Trânsito: Ponte de Jaguari recebe telas de proteção.


Comentários:


Voltar ao topo