No ar:

Ouvir!     

» Geral » Política


14/07/2017 | 10h08min

Temer sanciona texto da reforma trabalhista com vetos: saiba o que muda com a nova lei

Medida Provisória com correções deve ser encaminhada ao Congresso em agosto

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Sancionada na última quinta-feira (14) pelo presidente Michel Temer, a reforma trabalhista passa a valer dentro de quatro meses, conforme previsto na legislação. O projeto, aprovado pelo Senado em uma conturbada sessão na noite de terça-feira (11), altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), permitindo que o acordado entre patrões e empregados sobre o previsto em lei nas negociações trabalhistas.

 

Parte do texto, no entanto, pode sofrer alterações. Durante a tramitação, o governo negociou com os parlamentares a votação rápida das mudanças em troca da garantia da revisão de alguns pontos polêmicos por meio de Medida Provisória ou novos projetos de lei do Executivo. A minuta da MP foi enviada nesta manhã ao Congresso.

 

O documento toca em dez pontos da reforma, entre eles temas polêmicos que foram discutidos durante a tramitação, como o trabalho intermitente, a jornada de 12 horas por 36 horas e o trabalho em condições insalubres das gestantes e lactantes.

 


Veja também:


18/07/2018 | 13h42min

» Literatura: Auri Antonio Sudati deve ser o homenageado na Calçada da Fama, em Santiago

18/07/2018 | 13h34min

» Eleições 2018: Sem "santinhos" como propaganda eleitoral

18/07/2018 | 13h22min

» Memória: Museu Pedro Palmeiro relembra o dia em que nevou forte em Santiago


Comentários:


Voltar ao topo