No ar:
Nova Era (Musical) - Sergio Ramos    18h00min às 23h00min

Ouvir!     

» Geral » Tecnologia


11/06/2017 | 15h46min

Tecnologia pioneira permitirá transferir recursos e pagar contas por rede social

Batizada de "Pagar ou Receber", a novidade foi apresentada pelo Banco do Brasis em Congresso

Uma tecnologia pioneira desenvolvida no Brasil pretende dar agilidade e segurança a quem precisar transferir recursos para a conta bancária de terceiros. Dentro de uma semana, o Banco do Brasil (BB) lançará uma ferramenta de envio de dados bancários por meio de códigos QR (desenhos com informações que podem ser lidas por câmeras fotográficas) e de redes sociais, facilitando a divisão de contas em bares e restaurantes.

 

Batizada de “Pagar ou Receber”, a novidade foi apresentada pelo banco no Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras, organizado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Inicialmente disponível em versão beta (de teste), a ferramenta será liberada a todos os correntistas do banco em até 30 dias.

 

Por meio da solução tecnológica, o cliente que pretende receber os recursos entra no aplicativo do banco e informa o valor e a data da transação. O sistema gerará um código QR que pode ser fotografado por quem vai fazer o pagamento. Basta o destinatário digitar a senha da conta-corrente e confirmar a transferência.

 

Caso as duas pessoas estejam longe, o recebedor do dinheiro fará o mesmo procedimento. No entanto, em vez de o aplicativo gerar um código QR, gerará um link criptografado (protegido de invasões), que pode ser enviado ao pagante por SMS, aplicativo de mensagens ou redes sociais. Ao abrir o link, a pessoa que fará a transferência novamente digitará a senha e confirmar a operação.

 

A solução elimina a necessidade de o recebedor dos recursos escrever os dados bancários em pedaços de papel ou, na pressa, passar informações erradas sobre a própria conta. Por enquanto, a ferramenta só poderá ser usada em transferências entre contas do Banco do Brasil.


Veja também:


25/02/2018 | 10h41min

» Economia: Pesquisa indica que consumidores esperam inflação de 5,4% nos próximos 12 meses

25/02/2018 | 10h40min

» Segurança: Presas provisórias grávidas ou com filhos aguardarão julgamento em casa, decide STF

25/02/2018 | 10h37min

» Direitos humanos: Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens


Comentários:


Voltar ao topo