No ar:

Ouvir!     

» Geral » Cidade


29/05/2018 | 16h53min

Taxistas denunciam atividade irregular em Santiago e exigem mais fiscalização

Reunião aconteceu com o prefeito Tiago Gorski

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Cerca de quinze taxistas se reuniram  com o prefeito de Santiago Tiago Gorski Lacerda. O taxista Eder, que representou a categoria reivindicou maior fiscalização, afirmando que “ Santiago virou terra de ninguém” ao se referir ao trabalho clandestino, com o artificio de Uber, cuja cidade não comporta tal aplicativo.

 

O taxista observou que todos precisam trabalhar, mas dentro da legislação, observando que os taxistas pagam seus tributos mensais e anuais. Eles desejam que o poder Executivo fiscalize mais para que a clandestinidade não tome conta do trabalho e acabe prejudicando uma categoria centenária.

 

  Eder denunciou que está havendo uma concorrência desleal na cidade e exigiu uma melhor organização e cumprimento de regras para todos e não só para os taxistas.

 

 Denunciou ainda que em Santiago existem muito casos do uso de carros clandestinos para corridas o que pode, inclusive comprometer a segurança do usuário pela clandestinidade, já que os taxistas são devidamente identificados. A classe exige o cumprimento de uma concorrência leal.

  


Veja também:


19/06/2018 | 14h56min

» Meio Ambiente: Definitivamente o frio não mata o mosquito da dengue

19/06/2018 | 14h55min

» Pecuária: Associação dos Produtores de Leite de Santiago deve contar com novos equipamentos

19/06/2018 | 14h49min

» Saúde: No geral Santiago ultrapassou a meta de vacinação contra a gripe


Comentários:


Voltar ao topo