No ar:
Correspondente Ipiranga - Rede Gaúcha Sat    20h00min às 20h10min

Ouvir!     

» Geral » Digital


05/09/2017 | 18h39min

Santiago vai implantar teleoftalmo e será referência para 43 municípios

Serviço passará a funcionar a partir de outubro ou novembro

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

A secretária de Saúde de Santiago, Gisélle Kollinski Ribeiro, comemora uma conquista para Santiago, que vai implantar o serviço de Teleoftalmo, um projeto de telediagnóstico da saúde ocular. É feito em parceria entre a Associação Hospitalar Moinhos de Vento, Ministério da Saúde, através do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), TelessaúdeRS-UFRGS e Secretaria Estadual de Saúde do RS. "Esse programa tem como objetivo otimizar o acesso das pessoas ao diagnóstico e manejo de condições oftalmológicas e qualificar a fila de espera para o médico especialista", confirma Gisélle.

 

Em Santiago, o teleoftalmo passará a funcionar a partir de outubro ou novembro no Centro Materno, se tornando referência para todos os municípios da 4ª Coordenadoria, Região Entre Rios e Verdes Campos (32 municípios) e os municípios da 10ª Coordenadoria (11 municípios) totalizando 43 municípios. O investimento em material para o consultório remoto será de R$ 500 mil, financiados pelo Hospital Moinhos de Vento. A pesquisadora do Hospital Moinhos de Vento, fonaudióloga Taís de Campos Moreira, fez a apresentação do projeto ao prefeito Tiago Gorski, a secretária de Saúde Gisélle e equipes de Saúde e de Tecnologia da Prefeitura. 

 

Serão realizadas as seguintes avaliações: aferição da acuidade visual; medição da pressão ocular; documentação fotográfica do aspecto externo do olho; erros de refração (miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia ou vista cansada). Serão 528 avaliações oftálmicas mensais, 24/dia realizadas em cada município sede, totalizando um acréscimo de 3.696 atendimentos oftálmicos aqui no Estado.

 

Sete consultórios no RS


Santiago ficou dentro no mapa dos consultórios remotos no Estado, que incluem também as cidades de Porto Alegre, Santa Rosa, Santa Cruz do Sul, Pelotas, Passo Fundo e Farroupilha. Os encaminhamentos serão feitos pelo médico da atenção primária via Plataforma de Telessaúde/MS. O exame será realizado remotamente pelos oftalmologistas do TelessaúdeRS-UFRGS com apoio presencial da equipe de enfermagem do consultório remoto.


Veja também:


23/06/2018 | 19h35min

» Tráfico: Em Santiago, PF encontra 448 kg de cocaína escondida em bloco de concreto

23/06/2018 | 10h57min

» Trânsito: Motociclista sofre lesões graves após colidir na traseira de um carro em Santiago

23/06/2018 | 09h47min

» Transito: Reconstrução da Ponte de Jaguari garante retomada do fluxo turístico do município


Comentários:


Voltar ao topo