No ar:
Pátria e Querência - Marco Antônio Nunes e Marcelo Peronio Ramos    16h00min às 17h00min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


14/05/2018 | 15h51min

Santiago ainda não atingiu meta de vacinação da gripe

Unidades de Estratégia de Saúde foram reabastecidas

 A vacinação da gripe começou no dia 23 de abril. Foto: Ieda Beltrão A vacinação da gripe começou no dia 23 de abril. Foto: Ieda Beltrão

Santiago ainda não atingiu as metas de vacinação contra a gripe, nem mesmo no Dia  D , ocorrido no último sábado em todo o Brasil.

 

De acordo com a responsável pelo setor de vacinas Nandria Burmann, das 2.580 crianças da faixa etária prioritárias foram vacinadas apenas 725 –(28,10%);  dos 1.771 trabalhadores da saúde, foram vacinados 886 (50%);  das 470 gestantes só 192 se vacinaram (40,85%);  dos 8.044 idosos foram vacinados 7.228 (89%); dos 917 professores apenas 478 se vacinaram (52,13%).

 

Os índices foram considerados baixos  já que o sábado foi de tempo bom e de um dia inteiro para os grupos prioritários procurarem o Centro Materno  Infantil, onde estava concentrada a campanha.

 

Nandria salientou que nesta segunda (14), as Unidades de Estratégia de Saúde foram reabastecidas, pedindo que a população alvo procurem estes locais e realizem a vacina.

 

A vacinação da gripe começou no dia 23 de abril. A gripe é uma doença séria, que mata mais de 650 mil pessoas todos os anos, de acordo com um recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Além de causar aqueles sintomas clássicos — febre alta, nariz entupido, cansaço e dor no corpo —, ela está por trás de complicações como pneumonia e infarto.

 

  


Veja também:


23/10/2018 | 16h14min

» Agenda: Mês dos Animais será comemorado sábado com mateada na Praça do Ginasião

23/10/2018 | 11h18min

» Educação: Santiago terá um polo federal da Universidade Aberta do Brasil (UAB) a partir de 2019

23/10/2018 | 09h12min

» Educação: Palestras, mesa redonda e momento cultural na 23ª edição da Semana Acadêmica da Uri


Comentários:


Voltar ao topo