No ar:
Geração 2000 - Jones Diniz    20h10min às 23h59min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Economia


07/03/2017 | 17h07min

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda nesta quarta

A partir desta quarta-feira, 8, já está disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa  Física (IRPF),  contemplando  as  restituições  residuais  referentes aos exercícios de 2008 a 2016.

 

O crédito bancário para 156.307 contribuintes será feito no dia 15 de março,  totalizando  o  valor de R$ 281.471.374,67. Desse total, R$ 83.689.576,62  referem-se  ao  quantitativo de  contribuintes de que trata o Artigo  69-A  da  Lei  nº 9.784/99, sendo 26.921 contribuintes idosos e 1.851 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

 

Para  saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à  página  da  Receita,  no serviço  e-CAC,  é  possível  acessar o extrato da declaração  e  ver se há  inconsistências  de  dados  identificadas  pelo processamento. Nessa  hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

 

A  Receita  disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita  consulta  às declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física e à situação cadastral no CPF. Com o aplicativo, será  possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF. 


Veja também:


28/04/2017 | 16h19min

» Serviço: Curso de preparação de voluntariado já está com inscrições abertas

28/04/2017 | 16h15min

» Serviço: Ministério da Saúde vai criar uma fila única para cirurgias eletivas em todos os estados

28/04/2017 | 16h04min

» Semana dos Museus: Museu Pedro Palmeiro vai homenagear personalidades que marcaram a cultura de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo