No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


23/01/2018 | 13h47min

Prática de atividades físicas exige cuidados no verão

Cuidados fazem a diferença durante o exercício corporal


A prática de exercícios físicos em um dia ensolarado e quente, pode ser prazeroso, porém, esse cenário típico do verão exige alguns cuidados especiais por parte do esportista. O clima quente requer mais do sistema de refrigeração corporal, acarretando uma diminuição do plasma. Essa diminuição compromete o sistema cardiovascular, além de provocar transtornos como cãimbras, tontura e desmaios, portanto, é essencial que o esportista seja orientado por um profissional registrado no Conselho Regional de Educação Física, pois ele saberá exatamente quais exercícios mais adequados às suas necessidades e objetivos, além da melhor forma de desenvolver um programa de condicionamento.

 

Segundo o Educador Físico da Universidade UNIVERITAS/UNG, Edison Tresca, é essencial que o esportista seja orientado por um profissional registrado no Conselho Regional de Educação Física, pois ele saberá exatamente quais exercícios mais adequados as suas necessidades e objetivos, e a melhor forma de desenvolver um programa de condicionamento. 

 

"Devem-se utilizar sempre roupas e calçados leves e confortáveis, manter o ambiente arejado e, quando necessário, ventilado. Em caso de recintos fechados, aplicar protetor solar, usar óculos de sol e boné, em atividades realizadas ao ar livre, mesmo que você esteja habituado a uma prática regular de atividades físicas, em dias muito quentes, procure reduzir a exigência dos exercícios em cerca de 20%. Evite exercitar-se em temperaturas superiores a 29 graus e em dias com umidade relativa do ar abaixo de 50%", ressaltou.  

 

Ainda de acordo com o professor Edison Tresca, é essencial procurar exercitar-se nos períodos mais frescos do dia, como início da manhã e finalzinho da tarde, ou à noite. Além disso, é importante ingerir bastante líquido em pequenas porções ao longo do dia a cada 40 ou 60 minutos. Em dias quentes a perda de água do organismo, pela transpiração, é mais intensa, podendo desidrata-lo muito rapidamente. Ingerir preferencialmente água fresca, evitando bebidas industrializadas, que normalmente contém muito sódio como conservantes.  


Veja também:


23/05/2018 | 19h12min

» : Greve afeta supermercados e ameaça produção de veículos

23/05/2018 | 18h58min

» Economia: Governo pede trégua, mas reunião com caminhoneiros termina sem acordo

23/05/2018 | 16h47min

» Polícia: Presos dois suspeitos de tentativa de homicídio contra sindicalista de Capão do Cipó


Comentários:


Voltar ao topo