No ar:
Clube do Ouvinte - Jorge Augusto Gonçalves    20h10min às 22h00min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


20/01/2018 | 18h33min

Projeto "Prefeito nos Bairros" vai estimular maior participação comunitária

Conhecer os anseios da comunidade, a realidade local e estabelecer estratégias estão entre os objetivos

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Foi apresentado para lideranças comunitárias de Santiago o projeto "Prefeito nos bairros", dentro do programa Estamos Juntos. Foi na última terça, durante reunião promovida pela União das Associações de Bairros, com a maioria dos presidentes. O projeto apresentado pelo prefeito Tiago Gorski Lacerda e pela presidente da UAMDS, Maria Aparecida Turchetti, tem os seguintes objetivos:

 

Conhecer os anseios da comunidade, a realidade local, estabelecer estratégias para o atendimento das demandas e buscando parcerias para o desenvolvimento das ações. À princípio serão visitados 17 bairros por ano, sendo dois por mês. o cronograma foi definido por sorteio.

 

Estiveram presentes os secretários municipais Haroldo Pouey (Obras e Viação), Mara Rebelo (Educação), Andriéle Martins (Meio Ambiente) e Cleusa Canterle (Planejamento). Pouey aproveitou para apresentar o cronograma de limpeza pública nos bairros.

 

Pedidos de apoio


A reunião serviu também para reforçar algumas campanhas. O grupo “Amigos do Asilo”, pediu apoio dos presidentes dos bairros, na venda de cupons para o sorteio de uma moto, em benefício da construção da nova prédio do Asilo. Por sua vez, a coordenadora de Vigilância Ambiental, Eva Müller, alertou para a proliferação do mosquito da dengue e pediu a colaboração de todos na eliminação de focos nos bairros.


Veja também:


22/02/2018 | 15h40min

» Economia: Santiago entre os municípios gaúchos que cresceram no conceito do Ministério do Turismo

22/02/2018 | 15h10min

» Segurança: RS: concurso para delegado tem 100 vagas e salário de mais de R$ 20 mil

22/02/2018 | 10h34min

» Política: Presidente da Assembleia RS aconselha, "Não anule seu voto, é um grande erro"; ouça a entrevista


Comentários:


Voltar ao topo