No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Segurança


22/05/2017 | 14h13min

Proerd: Brigada Militar reforça as ações preventivas contra as drogas e a violência

Atualmente, mais de 400 crianças, com idades entre 4 e 6 anos fazem parte das lições ministradas pelo 3º Sargento João Alberto Ferreira de Lima

Mais de 400 crianças participam das aulas. Foto: Brigada Militar/DivulgaçãoMais de 400 crianças participam das aulas. Foto: Brigada Militar/Divulgação

Neste ano, a Brigada Militar através do 5º Regimento de Polícia Montada reforçou as ações preventivas contra  as drogas e a violência no ambiente escolar por meio do  PROERD onde os instrutores  passaram a atender também, crianças matriculadas nas Escolas Municipais de Ensino Infantil (EMEI).

 

Atualmente, mais de 400 delas, com idades entre 4 e 6 anos recebem ações preventivas que possam manter os pequenos longe das drogas e da violência.

 

O 3º Sargento João Alberto Ferreira de Lima é responsável pelas lições do Proerd, observando que a previsão de formatura é para o início de junho.

 

 Estão envolvidas no Programa Educacional de Resistência às Drogas, as escolas: Mãe Ida, Gente Miúda, Atílio Nicola, Mari Peixoto, Boa vista, Neuza Manzon, Jovino Zambonato e Heron Jornada Ribeiro.

 

Programa consiste em uma ação conjunta entre as Policias Militares, Escolas e Famílias, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.

 

O Proerd é mais um fator de proteção desenvolvido pela Polícia Militar para a valorização da vida, que imbuía de sua missão institucional, vem de uma sociedade mais saudável e feliz.


Veja também:


19/02/2018 | 20h37min

» Trânsito: Manobra irregular causa acidente na BR 285

19/02/2018 | 16h07min

» Agenda: No dia 3 de março você tem um encontro com a Alice

19/02/2018 | 14h41min

» Recopa: Renato diz que Arthur ainda sente dor e quase o descarta para a Recopa


Comentários:


Voltar ao topo