No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » Consumidor


01/01/2018 | 10h17min

Procon conclui o ano com cerca de 2.500 atendimentos aos consumidores

Os principais motivos são reclamações com relação a serviços de telefonias, compras em lojas, relação com financeiras ou bancos e cobranças de cartões

Procon de Santiago: muitos atendimentos em 2017. Foto: DivulgaçãoProcon de Santiago: muitos atendimentos em 2017. Foto: Divulgação

A dvogada Fernanda Lemes informou que 2017 foi de muito trabalho para o Procon. Foram perto de 2.500 atendimentos aos consumidores feito por ela e sua equipe.

 

Os principais motivos são reclamações com relação a serviços de telefonias, compras em lojas, relação com financeiras ou bancos e cobranças de cartões. Também há algumas empresas que entram em contato para se informar e atender bem, o que é positivo.

 

Apesar da procura reduzir um pouco no final de ano, depois do Natal houve várias reclamações sobre pós-venda. De pessoas que reclamaram da falta de entendimento com alguns lojistas.

 

"Muitos se queixaram de mal-atendimento, de que alguns gerentes afirmaram que não há garantia de algum produto adquirido. Mas isso é um direito, previsto no Código de Defesa do Consumidor, do bem ser enviado para a assistência técnica autorizada para sanar o problema em até 30 dias. Se não for resolvido, o cliente tem o direito a troca ou o dinheiro de volta", informa Fernanda.

 

Retorno ao endereço!

 

A partir do dia 2 de janeiro, o Procon volta a atender no Prédio de Práticas Profissionais da URI, depois de duas semanas funcionando na Prefeitura. Os telefones são 3251-7924 e 3251-6093. 


Veja também:


16/08/2018 | 09h15min

» Eleições 2018: TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro

16/08/2018 | 05h57min

» Brasileirão : Grêmio está fora da Copa do Brasil

15/08/2018 | 13h47min

» Literatura: Biblioteca Municipal comemora 61 anos de fundação


Comentários:


Voltar ao topo