No ar:
Santiago Rural - Paulo Pinheiro    05h00min às 05h30min

Ouvir!     

» Geral » Economia


17/06/2018 | 15h22min

Preço do aluguel residencial sobe em maio, mas fica abaixo da inflação para o mês

Em relação aos 12 meses terminados em maio, os preços cobrados por aluguel tiveram queda real de 2,19%

Os preços médios cobrados em contratos de alugueis residenciais subiram 0,13%, na passagem de abril para maio de 2018. De acordo com o Índice FipeZap de Locação - que acompanha as variações nos valores dos imóveis , nos 15 locais analisados, o preço médio do aluguel subiu 1,9% entre janeiro e maio deste ano. O levantamento foi divulgado na última sexta-fera (15).

 

Apesar da alta em maio, o indicador ficou abaixo da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no mês, de 0,40%. No entanto, quando a perspectiva é feita com base nos cinco primeiros meses de 2018, o resultado supera a inflação no período, que foi de 1,33%.

 

Já em relação aos 12 meses terminados em maio, os preços cobrados por aluguel tiveram queda real de 2,19%. A explicação é que, enquanto o valor médio subiu 0,6%, a inflação foi de 2,85% no período.

 

Vale lembrar que os dados da pesquisa são válidos apenas para novos contratos de locação de imóveis residenciais. Ou seja, contratos já existentes não são contemplados com as variações apresentadas no levantamento. Para esses casos, a correção normalmente é feita com base no Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M).


Veja também:


16/07/2018 | 23h32min

» Política: Polícia prende acusado de estupro a mulher de 67 anos em Santiago

16/07/2018 | 22h25min

» Política: Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

16/07/2018 | 22h14min

» Meio Ambiente: Mais de 230 toneladas de eletrônicos e eletrodomésticos foram recolhidos em 2018


Comentários:


Voltar ao topo