No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Serviço


16/07/2018 | 15h38min

Prefeitura de Santiago terá turno único; principal objetivo é a economia

Prefeito Tiago Gorski considera a instituição do turno único uma medida racional para os recursos públicos e aponta uma economia de mais de R$ 500 mil


A prefeitura de Santiago funcionará em turno único (das 8 às 14h). A aprovação ocorreu nesta segunda-feira (16) em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores.

 

De acordo com o prefeito Tiago Gorski a implantação representa economia, reiterando que  sempre no segundo semestre reduz o repasse de recursos, e a administração precisa manter a máquina pública funcionando e jamais será inviabilizado qualquer tipo de serviço essencial para a comunidade. No turno único ficam funcionando normalmente as áreas de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social, por serem considerados serviços essenciais que não podem ter suas atividades reduzidas.

 

Os vereadores que votaram contra foram Clairton Pivoto (PSDB), Rafael Nemitz (PSD),  Eva Müller (MDB) e Nelson Abreu (PDT), mas foram vencidos pela bancada progressista que é a maioria. Votaram sim os vereadores Davi Vernier,  Tadeu Machado, Peru Goski, Pelé, Joel Oliveira, Gildo Fortes, Batista Manzoni e Dionathan Farias. 

 

Tiago Gorski considera a instituição do turno único uma medida racional para os recursos públicos e aponta uma economia de mais de R$ 500 mil, provenientes, por exemplo, dos custos de manutenção de veículos, combustíveis, energia e telefone.


Veja também:


18/01/2019 | 22h59min

» Clima: Governo do RS articula-se para buscar recursos federais a atingidos por chuvas

18/01/2019 | 15h56min

» Educação: Mais de 170 professores se inscreveram para o processo seletivo de contratação temporária

18/01/2019 | 15h46min

» Saúde: Secretaria de Saúde recebe R$ 500 mil para investimentos na rede de atenção básica


Comentários:


Voltar ao topo