No ar:
A Voz do Brasil - EBC Serviços    19h00min às 20h00min

Ouvir!     

» Geral » Segurança


23/06/2017 | 16h39min

Policiais realizam sirenaço em homenagem a colega morto em Gravataí

Rodrigo Wilsen da Silveira, 39 anos, tentava cumprir mandado em um condomínio de apartamentos, na região central

Fotos: Ieda BeltrãoFotos: Ieda Beltrão

Um sirenaço, foi realizado por policiais em Santiago, no início da tarde desta segunda-feira em frente a Central de Polícia Judiciária, na Rua Pinheiro Machado, centro da cidade.

 

O ato foi uma homenagem ao policial civil, Rodrigo Wilsen da Silveira, escrivão e chefe de investigação da 2ª Delegacia de Polícia do município, que morreu baleado durante uma operação contra o tráfico de drogas em Gravataí, na Região Metropolitana, na manhã desta sexta-feira.

 

Conforme a Polícia Civil, o policial  tentava cumprir mandado em um condomínio de apartamentos na Travessa Herbert, na região central, quando pelo menos cinco criminosos atiraram.

 

Silveira levou um tiro na cabeça e foi levado por colegas para o Hospital Dom João Becker, de Gravataí, mas não resistiu. A mulher dele, Raquel Biscaglia, também agente da polícia, estava na mesma operação e presenciou a morte do marido.

 

Rodrigo Wilsen da Silveira tinha 39 anos e trabalhava há cinco na Polícia Civil. Além da mulher, a policial Raquel Biscaglia, ele deixa um casal filhos, uma menina de sete anos e um menino de 10 anos.

 


Veja também:


24/04/2018 | 17h26min

» Administração: Nesta quarta: interiorização da Famurs atrairá prefeitos de vários municípios a Santiago

24/04/2018 | 17h20min

» Serviço: Secretaria de Agricultura cria uma sala para o Serviço de Inspeção Municipal

24/04/2018 | 15h59min

» Segurança: Inaugurada em Santiago a delegacia especializada na repressão aos crimes rurais e abigeato


Comentários:


Voltar ao topo