No ar:
Pátria e Querência - Paulo Pinheiro    15h30min às 17h00min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Segurança


13/02/2017 | 09h41min

Polícia Civil está em alerta para um novo golpe contra usuários de WhatsApp

Com a ajuda de funcionários de operadoras de telefonia, os falsários conseguem clonar as contas para pedir dinheiro a familiares e amigos das vítimas

Imagem: ReproduçãoImagem: Reprodução

Os golpistas estão sempre inovando e dessa vez estão usando o  WhatsApp. De acordo com a  Polícia Civil, que está em alerta, com a ajuda de funcionários de operadoras de telefonia, os falsários conseguem clonar as contas para pedir dinheiro a familiares e amigos das vítimas.

 

Pelo menos 10 pessoas procuraram a Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos, em Porto Alegre, na semana passada, para denunciar o golpe. Revelado pelo Fantástico, neste domingo, em reportagem produzida pela RBS TV, o esquema consegue tirar do ar o celular da vítima e assim assumir a conta e enviar mensagens aos seus contatos, solicitando transferências bancárias.

 

Foi o que aconteceu em um grupo de conversas de cardiologistas no aplicativo. Pensando estar recebendo mensagens do pai, duas filhas de um desses médicos perderam R$ 1,8 mil.

 

"Ele mandou mensagens particulares e falou que o limite dele de transferências tava excedido (...) e perguntou qual meu limite de transferências. Falei: 'olha só posso transferir 800'. E ele falou "não tem problema tu me transfere pra essa conta que vou te dizer'". E aí foi isso que fiz achando que era o meu pai", relata uma das filhas.

 

Ao invadir a conta de WhastApp de outro médico de Porto Alegre, os golpistas conseguiram transferências bancárias de vários amigos dele. A vítima que teve a conta clonada disse que notou quando o celular perdeu o sinal, e descobriu porque estava com a irmã quando ela recebeu a mensagem do golpista, se fazendo passar pelo médico.

 

Procure a Polícia Civil


O telefone geral do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), onde está a Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos, é (51) 3288-9854.

 

Em Porto Alegre, o endereço é Rua Cristiano Fischer, 1.440.

 

No Interior, vá até a delegacia de Polícia Civil mais próxima.

 

GAÚCHA


Veja também:


30/03/2017 | 14h56min

» Meio Ambiente: Secretaria de Meio Ambiente promove adequações na usina de reciclagem

30/03/2017 | 14h26min

» Região: Retomada das obras de reconstrução da ponte de Jaguari mais perto de acontecer

30/03/2017 | 11h50min

» Segurança: Superlotação do Presídio Estadual de Santiago preocupa autoridades que se reúnem para debater a situação


Comentários:


Voltar ao topo