No ar:
Missa - Igreja Matriz    09h00min às 10h00min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Economia


22/06/2017 | 09h25min

Pesquisa indica que 43% dos internautas fizeram mais compras online este ano

Homens lideram entre os compradores online

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Comprar pela internet se tornou um hábito do brasileiro, revela um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas 27 capitais do país. De acordo com o levantamento, 89% dos internautas realizaram ao menos uma compra online nos últimos 12 meses anteriores à pesquisa, percentual que se mantém elevado em todos as classes sociais analisadas. Os homens lideram entre os compradores online (93%), pessoas de 35 a 49 anos representam 95% dos consumidores e 99% pertencem às classes A e B. Apenas 4% das pessoas que têm acesso à internet admitiram nunca ter feito qualquer compra online.

 

A pesquisa mostrou que, mesmo em um cenário de crise, quase metade dos consumidores online (43%) aumentou a quantidade de produtos adquiridos pela internet este ano, na comparação com 2016. Para 38%, o volume se manteve estável, enquanto 18% diminuíram o número de compras feitas por esse meio. A consulta foi feita entre os dias 18 e 27 de abril passado.

 

A vantagem que o internauta brasileiro mais destaca é a percepção de que os produtos vendidos pela internet são mais baratos do que nas lojas físicas, razão mencionada por 58% desses consumidores. Outros motivos destacados são a comodidade de comprar sem sair de casa (45%), o fato de poder fazer as compras no horário que quiser (31%) e a economia de tempo (29%). Há ainda 28% de entrevistados que citam a facilidade que a internet proporciona na comparação de preços.

 

EBC


Veja também:


23/09/2017 | 17h57min

» Saúde: Testes indicam que vacina contra zika pode prevenir a transmissão na gravidez

23/09/2017 | 17h51min

» Clima: Horário de verão pode mesmo ser extinto este ano; governo quer ouvir sociedade

23/09/2017 | 17h49min

» Economia: Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados


Comentários:


Voltar ao topo