No ar:
Correspondente Ipiranga - Rede Gaúcha Sat    18h50min às 19h00min

Ouvir!     

» Geral » Segurança


16/12/2017 | 13h50min

Operação PC27 é finalizada com 234 pessoas presas no RS; em Santiago foram quatro prisões

Na 21ª Região Policial totalizaram 11 pessoas encaminhadas aos presídios

Fotos: Divulgação/Polícia CivilFotos: Divulgação/Polícia Civil

As Polícias Civis do Brasil deflagraram na última quinta-feira (14) e sexta-feira (15) a Operação PC27, de caráter nacional, com o objetivo de executar a prisão de pessoas responsáveis por crimes patrimoniais, especialmente furtos e roubos, incluindo autores de latrocínio. A Operação PC27 teve a participação das Polícias Civis de todas as regiões do País, que cumpriram ordens judiciais no âmbito nacional, realizados de forma simultânea pelas Polícias Civis.

 

O Coordenador nacional da Operação PC27 e vice-presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC), Chefe de Polícia do RS, Delegado Emerson Wendt, ressalta que o objetivo da Operação PC27 é tornar o final de ano da população brasileira mais seguro e com menos delitos contra o patrimônio dos brasileiros, chamando a atenção para o Projeto de Lei 5.580/2016, que visa a agravar os delitos patrimoniais praticados com o emprego de violência e cometidos no ambiente interno das residências. A responsabilidade operacional em cada Estado ficou a cargo dos Delegados-Gerais respectivos.

 

Nestes dois dias da Operação PC27, a Polícia Civil gaúcha cumpriu aproximadamente 152 ordens judiciais em mais de 60 cidades. Durante este período, os policiais civis do RS prenderam 234 pessoas e apreenderam 22 adolescentes, totalizando 256 pessoas detidas no estado.

 

Cerca de mil policiais civis do RS participaram da Operação PC27, apreendendo 54 armas e 32 veículos. Durante a operação, além das armas e veículos, foram apreendidas drogas, dinheiro, celulares, munições e objetos eletrônicos, bem como animais bovinos, oriundos de furto abigeato.

 

Nestes dois dias de operação, as Polícias Civis do Brasil totalizaram 2.400 prisões e 176 apreensões de adolescentes, finalizando com 2.576 pessoas detidas em todas as regiões do país. 

 

No Rio Grande do Sul foram 234 presos e 22 adolescentes apreendidos. A 21ª Região Policial participou da operação e de acordo com informações do delegado regional Charles Nascimento, na região foram 11 prisões nos dois dias. Na sexta, foi preso em Santiago um homem condenado a nove anos em regime fechado,  por estupro a vulnerável (caso ocorrido em 2013). De acordo com Nascimento, a denúncia foi em agosto de 2013, quando a vítima estava com 13 anos. Ela era abusada pelo vizinho desde os seis anos de idade. 


Veja também:


19/02/2018 | 16h07min

» Agenda: No dia 3 de março você tem um encontro com a Alice

19/02/2018 | 14h41min

» Recopa: Renato diz que Arthur ainda sente dor e quase o descarta para a Recopa

19/02/2018 | 14h32min

» Educação: Mais de quatro mil alunos das 21 escolas municipais de Santiago estão de volta às aulas


Comentários:


Voltar ao topo