No ar:
Olho Vivo - Jones Diniz    08h10min às 09h55min

Ouvir!     

» Geral » "Silêncio dos Inocentes"


19/03/2018 | 09h39min

Operação contra abuso sexual prende quatro pessoas na Serrinha do Iguariaçá

Mandados foram cumpridos em Maçambará e Itaqui. Trata-se da operação "Silêncio dos Inocentes"

Operação contra abuso sexual prende quatro pessoas. Foto: Policia Civil / Divulgação Operação contra abuso sexual prende quatro pessoas. Foto: Policia Civil / Divulgação

Na tarde de sexta-feira (16) e na noite de sábado (17) a Polícia Civil de Itaqui cumpriu quatro mandados de prisão preventiva expedidos pelo Poder Judiciário daquela Comarca em desfavor de três homens e de uma mulher, suspeitos de praticarem crimes sexuais contra duas menores.

 

As prisões ocorreram na localidade de Serrinha do Iguariaçá, interior de Maçambará. Os investigados são suspeitos de praticarem abusos contra uma menina de 14 anos à época do fato. A vítima possui deficiência auditiva e é filha de um dos denunciados e sobrinha do outro preso. Na residência de um dos suspeitos foram encontradas ainda, duas armas de fogo, longas e uma quantidade considerável de munições e duas lunetas.

 

Dando continuidade às ações, na noite de sábado foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva, sendo presos um homem e uma mulher, também suspeitos de praticarem crimes sexuais, contra outra vítima, atualmente com 16 anos. Neste caso a adolescente relatou que o seu padrasto, abusava-lhe sexualmente desde os 5 anos de idade e que numa ocasião a mulher que foi presa, a segurou para que  o acusado praticasse os abusos. Ambos foram presos preventivamente pelos crimes mencionados e por Tráfico de Entorpecentes, por terem sido encontradas no quarto do investigado nove “buchas” de cocaína, já embaladas para a venda.

 

A Operação “Silêncio dos Inocentes” visa combater crimes sexuais contra pessoas vulneráveis nos municípios de Itaqui e Maçambará. Segundo a delegada Elisandra Batista, o estupro de vulnerável é considerado consumado mesmo quando acontece a prática de atos libidinosos diversos da conjunção carnal, ou seja, qualquer tipo de carícia forçada em vítimas menores de 14 anos.

 

Após a formalização dos procedimentos legais, os acusados foram conduzidos ao Sistema Prisional à disposição da Justiça.

 


Veja também:


20/04/2018 | 15h37min

» Saúde: Pediatras tranquilizam pais sobre o surto de toxoplasmose

20/04/2018 | 14h25min

» Economia: Emprego formal cresce 0,15% em março, informa ministério

20/04/2018 | 14h02min

» Trânsito: Lei que pune com mais severidade motoristas sob efeito de álcool e outras drogas já está valendo


Comentários:


Voltar ao topo