No ar:
Jornal falado - Jones Diniz e Paulo Pinheiro    12h15min às 12h50min

Ouvir!     

» Geral » Cidadania


03/07/2017 | 14h52min

ONU alerta para o aumento da fome no mundo

60% das pessoas que passam fome no mundo vivem em áreas de conflitos e afetadas por mudanças climáticas

Pela primeira vez, desde 2015, número de famintos a nível global sobe, revertendo anos de progresso, diz a FAO. Foto: Dai Kurokawa/EPA/Agência EFEPela primeira vez, desde 2015, número de famintos a nível global sobe, revertendo anos de progresso, diz a FAO. Foto: Dai Kurokawa/EPA/Agência EFE

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), fez um alerta nesta segunda (3) na abertura de sua 40ª. Conferência, em Roma, sobre o preocupante aumento do número de pessoas com fome no mundo desde 2015, ameaçando vários anos de progresso na área. A FAO ainda não pode precisar o número exato deste acréscimo, mas indica que terá os resultados em setembro. A informação é da ONU News.

 

Em seu discurso na abertura da conferência, o diretor-geral da agência das Nações Unidas, o brasileiro José Graziano da Silva, disse que quase 60% das pessoas que passam fome no mundo vivem em áreas de conflitos e afetadas por mudanças climáticas.

 

Graziano contou que os 19 países em situação de crise quase sempre enfrentam também problemas com secas e/ou cheias. A FAO destacou o alto risco de fome no nordeste da Nigéria, na Somália, no Sudão do Sul e no Iêmen, com quase 20 milhões de pessoas severamente afetadas no total. 


Veja também:


21/02/2018 | 11h18min

» Oportunidade: Tem vaga de cozinheira no Sine de Santiago

21/02/2018 | 10h21min

» Economia: Pesquisa diz que, de 69 milhões de casas, só 2,8% não têm TV no Brasil

21/02/2018 | 08h58min

» Segurança: Santiago, São Borja e Itaqui tiveram a maior apreensão de drogas; 21ª DPRI/Santiago divulga dados estatísticos de 2017


Comentários:


Voltar ao topo