No ar:

Ouvir!     

» Geral » Política


28/03/2018 | 05h46min

Ônibus da caravana de Lula é atacado a tiros no Paraná

Manifestantes também teriam tentado furar os pneus do coletivo

Ônibus teria sido alvo de arma de fogo e pregos para furar pneus. Foto: Twitter / Reprodução CPÔnibus teria sido alvo de arma de fogo e pregos para furar pneus. Foto: Twitter / Reprodução CP

Nesta terça-feira (27), dois ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram atingidos por tiros de arma de fogo, entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná. 

 

A ex-presidente Dilma Rousseff denunciou no Twitter os tiros. De acordo com ela, o incidente ocorreu quando o grupo passava por Laranjeiras do Sul. "Milicianos fascistas acertaram um tiro na lataria de um ônibus da caravana", comentou a ex-presidente. "Os agressores também usaram pregos para furar os pneus dos veículos. Mas a caravana passou", enfatizou Dilma.

 

Nas mídias do ex-presidente Lula, foi destacado o fato de que a caravana viajava sem escolta policial. Conforme Lula, o ônibus alvejado foi o que estavam jornalistas que participam da cobertura. Ele fez fortes críticas ao fato: “O que eu estou vendo agora é quase o surgimento do nazismo. O que estamos vendo agora não é política, porque se quisessem derrotar o PT, iriam para as urnas”, afirmou, em declaração postada no seu site oficial. “Se querem brigar, briguem comigo nas urnas. Mas vamos respeitar a democracia, a convivência na diversidade.”


Veja também:


26/04/2018 | 11h19min

» Consumidor: Promotoria chama atenção para preços nos produtos

26/04/2018 | 11h13min

» Tecnologia: Acesso à internet por TV já é maior do que por tablet, diz IBGE

26/04/2018 | 10h57min

» Memória: Primeira "Noite do Museu" teve mais de 80 estudantes


Comentários:


Voltar ao topo