No ar:
Oração da Ave Maria - Paróquia Nossa Senhora da Conceição    17h55min às 18h00min Buenas Tarde meu Santiago (1º parte) - Marco Antônio Nunes    17h00min às 18h00min

Ouvir!     

» Geral » Previdência


08/02/2018 | 16h59min

Mulheres terão tratamento especial na hora de se aposentarem

Especialista garante que a única mudança para elas com a reforma da Previdência será a da idade mínima

As mulheres são maioria no Brasil. No ano passado, com mais de 208 milhões de pessoas no País, elas representavam mais da metade da população, com 50,65% contra 49,35% dos homens. De acordo com dados do IBGE, a expectativa é de que, em 2030, o número de mulheres pule para 50,87%.



A expectativa de vida da população feminina também é maior do que a masculina. Em 2016, quando a idade média brasileira ficou em 75,8 anos, a da mulher chegou a 79,4 anos. Mas mesmo com diferença nessa expectativa, o Brasil ainda é um dos poucos países que não tem estipulada uma idade mínima para aposentadoria.



Com a proposta da reforma da Previdência, prevista para ser votada ainda em fevereiro no Congresso, o Brasil contaria com uma mudança. O financista Marcos Melo explica qual é e garante que as mulheres não seriam prejudicadas com as alterações.



“A principal diferença é realmente quanto à idade mínima, que, apenas após 20 anos - veja, é gradualmente - e só depois de 20 anos, as mulheres se aposentarão aos 62 anos e os homens com 65 anos.”



Inicialmente, o texto da reforma prevê que as mulheres comecem com a idade mínima de 53 anos, chegando até 62 em 2038. Segundo dados da Fazenda, as mulheres terão tratamento especial com a reforma, já que elas têm maior expectativa de vida e podem aproveitar o benefício por mais tempo. Marcos Melo comenta que acha justo que haja uma diferenciação na idade entre homens e mulheres no Brasil, mesmo que em outros países haja equiparação.


Segundo a Pnad, as mulheres ainda dedicam o dobro de tempo com cuidados domésticos em relação aos homens. Em 2016, elas trabalharam quase 21 horas semanais contra 11 horas deles.


Veja também:


15/11/2018 | 11h52min

» Segurança: Monitoramento por câmeras tem inibido ações criminosas no centro de Santiago

15/11/2018 | 11h03min

» Economia: Desemprego fica acima da média nacional em 14 estados, aponta IBGE

15/11/2018 | 09h34min

» Educação: Uri Santiago: acadêmicos do curso de Agronomia participam de livro


Comentários:


Voltar ao topo