No ar:
Jornada Esportiva - Rede Gaúcha Sat    14h00min às 18h00min

Ouvir!     

» Geral » Saúde


18/06/2018 | 20h37min

Mudanças para incluir na rotina fitness e na dieta nos dias de frio

A estação com temperaturas mais baixas pede atenção no aquecimento

Hora de se aquecer. Foto: DivulgaçãoHora de se aquecer. Foto: Divulgação

Não é porque o frio dá o tom da estação que você deve pisar no freio e trocar a academia pela cama quentinha. Só que para tirar melhor proveito do treino e continuar a ver bons resultados no espelho, é preciso fazer algumas adaptações na sua rotina.

 

Caprichar mais no aquecimento


No inverno, o aquecimento antes da atividade física deve ser mais caprichado, já que a tendência é a temperatura corporal estar mais baixa – ainda que o organismo trabalhe constantemente para estabilizá-la. “Assim, para minimizar os riscos de lesões, é importante fazer pelo menos cinco minutos de bicicleta ou corrida, em ritmo confortável, e, na sequência, executar lentamente alguns movimentos da atividade física que pratica para preparar os principais grupos musculares que serão colocados em ação”, ensina Pedro Gorgulho, educador físico e diretor técnico da rede de academias Biofisic.

 

Vestir roupas apropriadas 


É claro que você deve proteger-se do frio, principalmente se pratica exercícios ao ar livre. Mas nada de escolher agasalhos pesados ou apertados a fim de ficar quentinha – eles prendem os movimentos e prejudicam a transpiração. Prefira vestir, por exemplo, camisetas de manga comprida, maguitos e legging de lycra ou tactel, que aquecem e facilitam a troca de calor do organismo com o ambiente.

 

Verificar a pressão arterial 


Quem tem pressão alta deve conversar com seu médico para estabelecer limites da intensidade do exercício. “A tendência é que a pressão arterial aumente ainda mais no frio na tentativa de o organismo manter-se na temperatura ideal – e isso pode ser perigoso para algumas pessoas”, diz Pedro.

 

Manter a hidratação em dia


No inverno, a tendência é que suas roupas de academia fiquem menos suadas – sim, transpiramos menos! –, mesmo assim, sua garrafinha de água não deve sair de perto de você. “Continue tomando pelo menos dois litros de água diariamente para que todos os órgãos funcionem bem durante o exercício”, aconselha Pedro.


Veja também:


21/10/2018 | 14h10min

» Educação: O curso de especialização tem duração de 24 meses

21/10/2018 | 13h30min

» Loteria: Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 18 milhões

21/10/2018 | 13h27min

» Educação: Enem: estudantes podem confirmar inscrição a partir desta segunda feira


Comentários:


Voltar ao topo