No ar:
Amanhecer nos Pampas - Luiz Fernando Rocha    05h30min às 06h45min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Internacional


16/06/2017 | 14h29min

Morre aos 87 anos o ex-chanceler alemão Helmut Kohl

O ex-chanceler encontrava-se, desde 2008, afastado da atividade pública, em cadeira de rodas

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

O ex-chanceler Helmut Kohl, que governou a Alemanha entre 1982 e 1998, morreu nesta sexta-feira, 16, aos 87 anos, em sua casa de Ludwigshafen, no Sudoeste do país, informou seu partido, a União Democrata-Cristã (CDU).

 

Kohl foi o chanceler que por mais anos governou a República Federal - quatro legislaturas - e o artífice da reunificação alemã, após a queda do muro de Berlim em 1989.

 

"Estamos de luto. Descanse em paz", escreveu o CDU em seu perfil no Twitter.

 

A União Social-Cristã (CSU) também se expressou pelo Twitter: "Estamos de luto pelo ex-chanceler. Kohl era um grande estadista, as suas conquistas para o nosso país são incalculáveis".

 

O ex-chanceler encontrava-se, desde 2008, afastado da atividade pública, em cadeira de rodas, após cair de uma escada e sofrer um traumatismo cranioencefálico.

 

Kohl se destacou na política nacional em 1976, quando se tornou chefe da oposição e chegou à chancelaria em 1982, após ganhar uma moção de censura contra o então chefe do Executivo alemão, o social-democrata Helmut Schmidt.

 

Um ano depois, foi ratificado pelas urnas no posto de chanceler e se manteve no cargo até 1998, quando foi derrotado pelo social-democrata Gerhard Schröder, que se aliou com o Partido Verde pela primeira vez para recuperar o governo da Alemanha.

 

EBC


Veja também:


23/08/2017 | 12h14min

» Polícia: Desentendimento entre professora e acadêmica da Uri Santiago gera ocorrência policial

23/08/2017 | 11h57min

» Oportunidade: Técnico agrícola é uma das vagas disponíveis no Sine de Santiago

23/08/2017 | 09h14min

» Economia: Impostos atrasados com 80% de desconto sobre as multas e juros pode ser pago até o dia 29 de setembro


Comentários:


Voltar ao topo