No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Literatura


18/04/2017 | 09h30min

Livros infantis ganham espaço no mercado brasileiro

Os dados tratam dos livros vendidos no varejo, em livrarias

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Dados do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) mostram que o crescimento de vendas do gênero infantil em 2016, em relação a 2015, foi de 28%. Nesse mesmo período, o mercado geral de livros caiu 9,7%. Os dados tratam dos livros vendidos no varejo, em livrarias, e foram levantados a pedido da Agência Brasil. Hoje (18) é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil, data escolhida em homenagem ao escritor brasileiro Monteiro Lobato, que nasceu neste dia, em 1882.

 

Embora as vendas tenham aumentado, as obras infantis ainda representam fatia pequena do mercado nacional de livros, 2,8% em 2016 - um aumento em relação aos 2% registrados em 2015.

 

"É muito importante saber que esses livros tiveram um crescimento, pequeno, mas significativo", diz a secretária-geral da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, Elizabeth D'Angelo Serra. Para ela, os dados, que mostram os livros comprados em livraria, não refletem no entanto todo o acesso das crianças, que ocorre pela escola. As compras das escolas públicas, como não ocorrem no varejo, não entram no cálculo.

 

"Se pensarmos na maioria das crianças do país, sem dúvida o acesso a livros infantis se dá na escola. Muitas nunca tiveram isso nas próprias famílias, têm pais e mães analfabetos e semianalfabetos".

 

EBC


Veja também:


22/09/2017 | 13h21min

» Trânsito: Uso do celular enquanto dirige está entre as principais infrações de trânsito, em Santiago

22/09/2017 | 13h14min

» Agricultura: Irregularidades na emissão de Receitas Agronômicas chama atenção

22/09/2017 | 12h54min

» Canteiro de conservação da RS 377: Deputado Miguel Bianchine faz pressão junto a secretria de Transporte


Comentários:


Voltar ao topo