No ar:
Santiago Rural - Paulo Pinheiro    05h00min às 05h30min

Ouvir!     

» Geral » Trânsito


18/05/2018 | 09h54min

Jovem é preso por embriaguez ao volante na BR 472, em São Borja

Natural de Santiago, o rapaz de 26 anos, BR 472, também não possuía Carteira Nacional de Habilitação

Foto: Polícia Rodoviária Federal/DivulgaçãoFoto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã da última quinta-feira (17) por embriaguez ao volante, um jovem 26 anos, que conduzia um Fiat Palio, com placas de Santiago, pela BR 472, em São Borja.

 

De acordo com a PRF, o veículo transitava lentamente pela rodovia, o que despertou suspeita nos agentes. Durante abordagem, constatou-se visíveis sinais de embriaguez no motorista, confirmada através do teste do bafômetro que teve resultado de 0,85 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. O condutor também não possuía Carteira Nacional de Habilitação.


Outro jovem, de 18 anos, que acompanhava o rapaz, relatou que ambos trabalham na zona rural, próximo a barragem do Itu, no interior de Maçambará, e que haviam passado a noite em uma festa no Porto, em São Borja.
Diante das circunstâncias, o condutor foi preso e autuado em flagrante por embriaguez na Polícia Civil. Não pagou fiança e foi encaminhado para o Presídio Estadual de São Borja.


O Palio foi apreendido e recolhido ao depósito do Detran, onde ficará a disposição do proprietário que também foi autuado por permitir que pessoa não habilitada assumisse a direção e pelas condições inadequadas dos pneus. O condutor foi autuado por dirigir sob a influência de álcool e por não possuir CNH. Somadas, as autuações totalizaram R$ 4.890,75.
 


Veja também:


17/10/2018 | 15h11min

» Segurança: Descarga elétrica deixa militares da 11ª Ciacom de Santiago, feridos

17/10/2018 | 15h04min

» Região: Jaguari é a primeira cidade da região a receber família de venezuelanos

17/10/2018 | 13h32min

» Trânsito: "Irresponsável e inconsequente", diz prefeito de Santiago sobre motoristas que abusam da velocidade vias urbanas da cidade


Comentários:


Voltar ao topo