No ar:
Geração 2000 - Jones Diniz    20h10min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Clima


01/02/2018 | 16h02min

Institutos internacionais afastam possibilidade de formação do La Niña

Entretanto, mesmo sem a configuração do fenômeno, a previsão é de que fevereiro seja marcado por dias chuvosos

Fevereiro de tempo normal. Foto: Ieda BeltrãoFevereiro de tempo normal. Foto: Ieda Beltrão

Institutos internacionais de monitoramento meteorológico indicam que o clima brasileiro, em especial da Região Sul, não deva sofrer a influência do La Niña neste primeiro semestre de 2018. É o que aponta o relatório mensal adquirido pelos Centros de Operações Integrado (COIs) da RGE e RGE Sul junto à empresa que faz o acompanhamento dos cenários climáticos para as distribuidoras do Grupo CPFL Energia no Estado.

 

Entretanto, mesmo sem a configuração do fenômeno, a previsão é de que fevereiro seja marcado por dias chuvosos, mas sem probabilidade de temporais. Como se trata de uma projeção, baseada em modelos oceânicos, existe a possibilidade de alterações deste cenário durante o período.

 

No acompanhamento recebido pela RGE e RGE Sul nos últimos meses há informação de que a temperatura dos oceanos está mais fria do que o normal e a continuidade deste quadro indicaria a formação do La Niña. 

 

 


Veja também:


17/11/2018 | 10h18min

» Literatura: Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país

17/11/2018 | 10h16min

» Economia: União já pagou este ano R$ 3,5 bi em dívidas atrasadas dos estados

17/11/2018 | 10h14min

» Educação: Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23


Comentários:


Voltar ao topo