No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h29min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Educação


10/05/2017 | 09h52min

Inscritos no Enem passam de 1,1 milhão

Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa do exame que, este ano, é R$ 82

No segundo dia de inscrição, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ultrapassou 1 milhão de inscritos. De acordo com balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na tarde da última terça, 1.147.092 candidatos se inscreveram no exame.

 

As inscrições começaram ontem (8), às 8h, e podem ser feitas até as 23h59 do dia 19 de maio. A expectativa é que cerca de 7,5 milhões de estudantes se inscrevam no exame. As inscrições devem ser feitas pela internet, na página do Enem. As provas serão aplicadas em dois domingo consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

 

Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa do exame que, este ano, é R$ 82. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24 deste mês.

 

Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

 

O Inep aumentou para 2 minutos e 30 segundos o tempo de atividade de cada tela do sistema. Até ontem, a página poderia ficar inativa por até 2 minutos. Se depois desse período não houvesse qualquer ação, o sistema avisava o participante de que se tornaria inativo e o aluno tinha que retomar o processo de inscrição do início. 


Veja também:


20/08/2017 | 15h14min

» Saúde: Mobilização para vacinação de adolescentes começa nesta segunda-feira

20/08/2017 | 15h09min

» Serviço: Provas do concurso da Prefeitura serão na URI

20/08/2017 | 15h03min

» Agenda: Próxima edição do Brique da Praça será aberta para quem quiser vender


Comentários:


Voltar ao topo