No ar:
A Voz do Brasil - EBC Serviços    19h00min às 20h00min

Ouvir!     

» Geral » Greve dos caminhoneiros


31/05/2018 | 10h07min

Governo do RS prevê retomada da normalidade nos transportes e no abastecimento a partir desta quinta

As forças de segurança asseguram os deslocamentos, sobretudo, dos caminhoneiros que não aderem à greve

Escolta em Santiago. Foto: Ieda BeltrãoEscolta em Santiago. Foto: Ieda Beltrão

A expectativa é de que na tarde desta quinta-feira (31) as rodovias comecem a retomar a normalidade de tráfego após as metas de multiplicação das escoltas terem sido alcançadas. A informação é do Gabinete de Crise, reunido nesta quarta-feira (30) no Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI) da Secretaria de Segurança Pública para monitorar os impactos da paralisação.

 

 "Posso dizer que na quinta, grande parte das estradas estejam funcionando normalmente onde as manifestações não tenham condições de constranger motoristas", afirma o coordenador da Defesa Civil estadual, coronel Alexandre Martins.

 

De acordo com Martins, as operações de segurança nos corredores estratégicos das estradas habilitam a passagem de suprimentos, produtos e, principalmente, combustível. "Conseguimos a movimentação e transporte somente hoje de cerca de 140 caminhões de combustível, abastecendo postos em Porto Alegre, Região Metropolitana e em diversos eixos para as regiãos do Planalto, Serra, Central, Zona Sul e Campanha", explica.

 

Novas operações em comboio, com atuação integrada entre Brigada Militar e Exército, garantem o transporte e a circulação de alimentos, combustíveis e gêneros perecíveis. As forças de segurança asseguram os deslocamentos, sobretudo, dos caminhoneiros que não aderem à greve. Gradativamente, estão sendo repostos os estoques de combustíveis em postos da capital e interior.

 

Balanço de escoltas

 

Na tarde desta quarta-feira (30), o Gabinete de Crise atualizou os números de guarda dos veículos. Foram 887 escoltas, sendo 504 de combustíveis, 147 de ração, 114 de alimentos, 67 de gás, 8 de grãos, entre outros materiais e insumos. O número considera a quantidade de escoltas realizadas e não o total de caminhões - algumas delas contêm mais de um veículo. No total, 106 municípios gaúchos foram atendidos. Em Porto Alegre, 86 cargas foram transportadas.

 

Dados do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) contabilizavam até o final da tarde 111 pontos de concentração de bloqueios no Estado. O vice-governador José Paulo Cairoli participou de nova reunião entre representantes do Comando Militar do Sul (CMS), Polícia Rodoviária Federal, Ministério Público Estadual e a coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para traçar estratégias de consolidação das operações.

 

As escoltas ocorreram na BR 116, BR 290 e BR 386, saindo de Porto Alegre em direção ao interior no meio da tarde. A desmobilização de pontos de concentração de caminhoneiros para garantir a circulação de transporte somam 72 pontos em rodovias estaduais.

 

Operações com 50 caminhões de carga estão sendo conduzidas para abastecimento da Ceasa, como por exemplo, um comboio de 12 caminhões oriundos da Serra Gaúcha e carregados de hortifrutis já deslocados para Capital com escolta. Apenas um incidente nas proximidades de São Leopoldo foi registrado. “Posso dizer que na quinta, grande parte das estradas estejam funcionando em sua normalidade onde as manifestações não tenham condição de constranger nenhum motorista”, assegura.


Veja também:


20/08/2018 | 19h51min

» Publicidade: Damian CenterLar e as promoções que que vão esquentar sua semana!

20/08/2018 | 16h53min

» Segurança: PRF prende foragido por tráfico em São Borja

20/08/2018 | 16h51min

» Qualificação: Curso de embutidos e defumados envolve produtores rurais de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo