No ar:
Clube do Ouvinte - Jorge Augusto Gonçalves    20h10min às 22h00min

Ouvir!      Fale com o locutor/mural

» Geral » Funcionalismo


25/09/2017 | 11h22min

Estado vai pagar primeiro os servidores com salários menores

Sartori destacou que, anteriormente, uma série de decisões judiciais impediam que o Executivo adotasse a medida

Governador determinou que já na folha deste mês seja executada a decisão de pagar primeiro quem ganha menos. Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini/DivulgaçãoGovernador determinou que já na folha deste mês seja executada a decisão de pagar primeiro quem ganha menos. Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini/Divulgação

O governador José Ivo Sartori anunciou, na manhã desta segunda-feira (25), no Palácio Piratini, que, a partir da folha de setembro, o Estado pagará integral primeiro os servidores que ganham menos. Somente após esta quitação, sairá o pagamento dos vencimentos dos demais funcionários.  



“Todos sabem que, desde o começo do parcelamento de salários, pedi que fosse encontrada uma forma de pagar primeiro quem ganha menos. É uma questão de justiça social: não se pode tratar igualmente os desiguais. Entretanto, algumas questões judiciais impediram que essa decisão fosse aplicada”, afirmou o governador.   



A decisão foi motivada pelo acirramento da crise financeira e o ingresso de centenas de ações de dano moral por parte de servidores com salários em atraso. O governador determinou à Secretaria da Fazenda que, já na folha deste mês, execute a decisão de pagar primeiro quem ganha menos. Sartori comunicou ainda que “o governador, o vice e os secretários, que já tinham seus salários parcelados, vão receber depois que o último servidor tiver seu salário quitado”.  



O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, informou que na próxima quinta-feira (28) será definido o valor a ser pago, de acordo com o total de recursos disponíveis no caixa do Estado. “Não se trata de estabelecer faixas. O grupo será formado de acordo com o montante disponível em caixa”, afirmou Feltes, que descreveu a situação como “angustiante”.   


Veja também:


15/12/2017 | 17h13min

» Educação: Fato curioso chama atenção no Centro Ictiológico da Uri Santiago

15/12/2017 | 14h35min

» Economia: Setor de serviços recua 0,8% de setembro para outubro, diz IBGE

15/12/2017 | 14h24min

» Memória: Museu municipal Pedro Palmeiro com novo horário


Comentários:


Voltar ao topo