No ar:

Ouvir!     Fale com o locutor

» Geral » Denúncia


29/08/2017 | 09h56min

Em Santiago, idoso cai no golpe do bilhete premiado

Vítima reside em São Francisco de Assis

Um idoso de 68 anos relatou que na data da última segunda (28) veio do interior de São Francisco de Assis para  Santiago e quando estava passando pela pracinha de brinquedos, por volta das 11h da manhã, foi abordado por uma mulher de aproximadamente 45 anos a qual lhe perguntou sobre o endereço de uma loja. Nesse instante chegou uma terceira pessoa, um rapaz de aproximadamente 30 anos e intrometeu-se na conversa e disse que tal loja não existia na cidade.

 

A mulher disse que possuía um cartão premiado no valor de R$ 5 mil e que precisava resgatar o valor na referida loja, tendo o rapaz se prontificado a ajudá-la. A mulher ligou para um telefone onde supostamente informaram que precisava de duas testemunhas para que o prêmio fosse pago. O idoso e o rapaz concordaram em ajudá-la, tendo esta prometido  dar uma gorjeta  depois que recebesse o prêmio.

 

O jovem entregou para a mulher um pacote com dinheiro alegando que era honesto e pediu a senha do cartão do comunicante e foram até uma agência bancária para tirar um extrato. Posterior, a vítima percebeu que o rapaz havia feito empréstimos em sua conta corrente e mentiu que havia depositado a quantia de R$ 3,2 mil em sua conta e pediu para que o comunicante retirasse esse valor e lhe entregasse, o que foi feito.

 

Logo após, receber o dinheiro, o rapaz pediu que comprasse uma água mineral num bar nas proximidades e quando o comunicante retornou não mais encontrou os acusados, percebendo que havia caído no conhecido golpe do bilhete premiado.


Veja também:


24/09/2017 | 14h43min

» Segurança: Primeiro comando do Corpo de Bombeiros Militar do RS assume nesta segunda

24/09/2017 | 14h37min

» Trânsito: PRF intensifica palestras e abordagens educativas durante a Semana Nacional do Trânsito

24/09/2017 | 08h51min

» Loteria: Mega-Sena acumula pela sexta vez seguida e deverá pagar R$ 40 milhões


Comentários:


Voltar ao topo