No ar:
Meu Rincão - Marco Antônio Nunes    07h00min às 09h00min

Ouvir!     

» Geral » Saneamento


12/04/2018 | 16h19min

Corsan vai contar com sistema automático de detecção de vazamentos

Controles de vazão, vazamento e adequação da infraestrutura passarão a ser informatizados, dinamizando o monitoramento

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Santiago está entre as quatro cidades beneficiadas com recursos que serão usados em sistemas de detecção de vazamentos na rede de água pela Corsan.

 

 Recentemente o governo do Estado liberou R$ 15 milhões beneficiando também, Santo Ângelo, Ijuí e  Alegrete.

 

De acordo com o coordenador da unidade operacional de Santiago, Joel Jung Bonfim os controles de vazão, vazamento e adequação da infraestrutura passarão a ser informatizados, dinamizando o monitoramento. Na central os técnicos poderão acompanhar qualquer irregularidade na rede, incluindo vazamentos, o que vai também, evitar o desperdício.

 

Técnicos de São Paulo já estiveram em Santiago para realizar estudo de viabilidade.  Estão incluídos também troca e aumento de bitolas da tubulação visando o crescimento da cidade, proporcionando vazão suficiente nas redes para atender a todos os pontos.

 

Brevemente outra equipe técnica estará em Santiago para levantamento do nível da cidade, da tubulação com mais pressão e os locais de rompimentos mais seguidos, além da colocação de válvulas de redução./ Joel deixou claro que apesar de ser um excelente investimento, o projeto é moroso e vai levar um bom tempo para funcionar em sua plenitude.

 

“ Mas vale a pena esperar”, comenta,a exemplo de outros projetos já implantados na unidade da Corsan de Santiago.

 

 

 


Veja também:


21/04/2018 | 13h34min

» Serviço: Manutenção em nobreaks deixará site fora do ar. Veja como emitir notas fiscais

21/04/2018 | 13h20min

» Tecnologia: Pesquisa aponta que grupos de família no WhatsApp são o principal transmissor de fake news

21/04/2018 | 13h10min

» Educação: Estudantes de pós-graduação têm mais chance de terem depressão, indica estudo


Comentários:


Voltar ao topo