No ar:
A Voz do Brasil - EBC Serviços    19h00min às 20h00min

Ouvir!     

» Geral » Alerta


20/05/2018 | 10h54min

Confirmado em Santiago um caso de Chikungunya; 12 estão em análise

Comunicado foi feito, na manhã deste domingo, pela secretária de Saúde, Giselle Kollinski Ribeiro

Comunicado na manhã deste domingo. Fotos: Ieda BeltrãoComunicado na manhã deste domingo. Fotos: Ieda Beltrão

Uma notícia nada agradável foi dada em coletiva  imprensa, na manhã deste domingo (20), em Santiago, no gabinete do Prefeito Tiago Gorski. 


Oportunidade em que a secretária de Saúde, Giselle Kollinski Ribeiro, confirmou um caso de Chikungunya no município.

 

"Infelizmente não era uma notícia que gostaríamos de dar, mas sim, foi confirmado um caso de Chikungunya em Santiago.

 

Saiba o que é a Chikungunya  e seus sintomas aqui


De acordo com ela, material coletado de 13 pessoas estão sendo analisados no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Porto Alegre, somente um foi confirmado. O resultado dos demais devem sair ainda nesta semana.

 

A pessoa contaminada é uma mulher com menos de 40 anos. O foco é o centro da cidade, já que oito pessoas são envolvidadas diretamente, apresentando os mesmos sintomas. Quatro bairros também estão sendo acompanhados, já que desses 12 suspeitos, alguns são residentes nesses locais. Agentes, acompanhados de 15 integrantes da vigilância ambiental de Santa Maria, estão fazendo uma varredura nesses locais e aplicando o chamado "fumace" para combater os insetos. 

 

"A situação é de alerta sim, precisamos da colaboração de todos para combater o agente transmissor - Aedes aegypti. Esse mosquisto que está espalhado por todos os cantos de nossa cidade. O comprometimento tem de ser de todos nós", destacou o prefeito Tiago Gorski.

 

Esse é o terceiro caso de Chikungunya no estado, nesse ano de 2018. Os principais sintomas são: febre alta, dores nas articulações e manchas pelo corpo. Quem tiver esses sintomas de forma clara deve procurar imediatamente a secretária de Saúde (3249-7600).

 

Denúncias de locais que podem servir de criadouro para os mosquitos podem ser feitas para o telefone 3249-7600 ou pelo e-mail vigiambisantiago@gmail.com.

 

 

Fim da conversa no bate-papo Digite uma mensagem...

 

 


Veja também:


20/08/2018 | 19h51min

» Publicidade: Damian CenterLar e as promoções que que vão esquentar sua semana!

20/08/2018 | 16h53min

» Segurança: PRF prende foragido por tráfico em São Borja

20/08/2018 | 16h51min

» Qualificação: Curso de embutidos e defumados envolve produtores rurais de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo