No ar:
Geração 2000 - Jones Diniz    20h10min às 23h59min

Ouvir!     

» Geral » Economia


28/12/2017 | 17h29min

Comércio liderou os empregos em Santiago

O saldo negativo, ficou com a Construção Civil, que empregou 185 e demitiu 251 profissionais

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

O Comércio liderou os empregos em Santiago. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de janeiro a novembro de 2017, o setor apresentou variação absoluta positiva de 51, em relação ao número de  admitidos e demitidos.

 

 Em segundo lugar ficou o Agronegócio com saldo positivo de 15, Indústria da Transformação com 13 e Serviços com variação absoluta de 03 positivo.

 

O saldo negativo, ficou com a Construção Civil, que empregou 185 e demitiu  251 profissionais, variação absoluta de MENOS 66 pessoas.

 

Ainda segundo o Caged, o saldo de empregos formais no Brasil  somente em novembro ficou negativo, com redução de 12.292 vagas. Em relação a outubro, houve redução de 0,03%.

 

O resultado de novembro considera 1.111.798 de admissões contra 1.124.090 de desligamentos. No acumulado do ano, o saldo é de 299.635 empregos, com expansão de 0,78% em relação a dezembro de 2016.

 

Nos últimos 12 meses, o saldo é negativo, com redução de 178.528 postos de trabalho, uma retração de 0,46%.


Veja também:


24/02/2018 | 13h41min

» Economia: Clientes do Banco do Brasil poderão usar Facebook para fazer transações bancárias

24/02/2018 | 13h39min

» Sustentabilidade: Uso da água e desigualdade na oferta precisam ser discutidas, diz especialista

24/02/2018 | 12h40min

» Meio Ambiente: Famílias se sustentam com a reciclagem do lixo em Santiago


Comentários:


Voltar ao topo